Você está aqui: Página Inicial > Acesso à Informação > Ações e Programas > Combate ao Contrabando e Descaminho > Notícias > 2020 > Janeiro > 9ª Região Fiscal > Operações no oeste do Paraná aprendem ônibus e veículo com mercadorias estrangeiras
conteúdo

Notícias

Operações no oeste do Paraná aprendem ônibus e veículo com mercadorias estrangeiras

Parana

Veículos levavam mais de R$ 200 mil em mercadorias como eletrônicos, artigos de informática, perfumes e relógios.
publicado: 07/01/2020 13h06, última modificação: 07/01/2020 13h06

Na tarde de sexta-feira (3), ação conjunta entre servidores da Receita Federal e da Polícia Rodoviária Federal resultou na retenção de uma caminhonete VW/Amarok carregada com mercadorias estrangeiras na rodovia BR-277, em Santa Terezinha de Itaipu/PR.

O veículo, que seguiria para São Paulo, foi abordado por volta de 12h30. Além do motorista, havia quatro passageiras no utilitário. Durante a fiscalização, as equipes encontraram várias mercadorias oriundas do Paraguai sem comprovação de importação regular no bagageiro. Havia eletrônicos, artigos de informática, perfumes, relógios, entre outros, avaliados em R$ 35 mil.

O motorista admitiu que levaria os produtos para o interior de São Paulo, onde os colocaria à venda em sua loja. O motorista e as passageiras foram liberados, porém, serão enviadas Representações Fiscais para fins penais ao Ministério Público para apuração dos ilícitos.

No sábado (4), servidores da Receita Federal em conjunto com Batalhão de Polícia de Fronteira (BPFron) e Força Nacional retiveram um ônibus na região do Jardim Central, em Foz do Iguaçu/PR, carregado com mercadorias e eletrônicos de origem estrangeira.

O ônibus, com placas de Terra Roxa/PR, foi abordado no final da tarde, em frente a uma residência, enquanto era carregado com cigarros e outros produtos de origem paraguaia. Diante da grande quantidade de mercadorias estrangeiras encontradas em seu interior, caracterizando destinação comercial, o ônibus foi retido, lacrado e encaminhado para a Alfândega da Receita Federal em Foz do Iguaçu para posterior verificação. Estima-se que as mercadorias alcancem o valor de R$ 172 mil.