Você está aqui: Página Inicial > Acesso à Informação > Ações e Programas > Combate ao Contrabando e Descaminho > Notícias > 2020 > Fevereiro > 9ª Região Fiscal > Veículos carregados com celulares em fundos falsos são apreendidos em Foz do Iguaçu
conteúdo

Notícias

Veículos carregados com celulares em fundos falsos são apreendidos em Foz do Iguaçu

Paraná

As apreensões dos últimos dias somam R$ 95 mil. Se considerar desde o início de 2020, as apreensões de celulares já ultrapassam R$ 5,7 milhões.
publicado: 18/02/2020 17h39, última modificação: 16/03/2020 15h42

Diariamente veículos que transitam pela região da tríplice fronteira, no oeste do Paraná, são flagrados com fundos falsos preparados para carregar mercadorias estrangeiras de forma ilícita para o interior do País.

Um desses flagrantes aconteceu nesta terça-feira (18), por volta das 11h, quando uma ação de rotina da Receita Federal na rodovia BR-277 resultou na apreensão de um veículo brasileiro carregado com celulares em fundo falso. A equipe tentou abordar o veículo VW/Saveiro suspeito na rodovia, porém o motorista não atendeu à ordem de parada e empreendeu fuga. Após acompanhamento tático, os servidores conseguiram abordar o veículo no município de Medianeira/PR.

Dentro do carro estavam dois homens, que disseram ser moradores de Maringá/PR. No início da vistoria, o motorista, apresentando nervosismo, tentou esconder a chave de fenda que estava dentro do veículo. Todavia, durante a verificação minuciosa, os servidores encontraram cerca de 40 smartphones em fundo falso no painel do carro, estimados em aproximadamente R$ 50 mil. Os eletrônicos e o veículo foram apreendidos e encaminhados para a Alfândega da Receita Federal em Foz do Iguaçu/PR. O motorista e o passageiro foram liberados.

Outra apreensão aconteceu nesta segunda-feira (17), durante uma fiscalização de rotina na Aduana da Ponte Internacional da Amizade, em Foz do Iguaçu/PR. Desta vez, ação da Receita Federal resultou na apreensão de um veículo paraguaio com celulares em fundo falso. A ação ocorreu por volta das 5h, quando o veículo foi abordado na pista de entrada no Brasil. Durante a inspeção, foram encontrados aproximadamente 30 celulares em fundo falso atrás do tanque de gasolina. Os celulares e o veículo foram apreendidos. O condutor foi liberado. Estima-se que o valor total das mercadorias alcance R$ 30 mil.

Outro veículo, com placas de Foz do Iguaçu, foi abordado no dia 13 de fevereiro, em operação conjunta do Denarc com a Receita Federal, por volta das 10h, na rodovia BR-277, próximo à Santa Terezinha de Itaipu/PR, com suspeita de fundo falso. O veículo foi encaminhado à ALF/Foz do Iguaçu, onde foi constatada a existência do fundo falso no tanque de combustível. No total havia aproximadamente 30 celulares, dez receptores e cerca de 50 cartões de memória/pendrive, no valor estimado de R$ 15 mil.  O veículo não tinha nenhum combustível no tanque, tendo sido adaptado para o transporte de ilícitos. O carro tinha seu combustível nos compartimentos de água que originalmente serviriam para limpar os para-brisas e para resfriar o radiador.

Apreensões de telefones celulares disparam em janeiro de 2020

 

As apreensões de telefones celulares, durante o mês de janeiro deste ano, na jurisdição da ALF/Foz do Iguaçu, atingiram o valor de US$ 1,3 milhão, o que corresponde a aproximadamente R$ 5,65 milhões. O resultado é três vezes maior que o obtido em janeiro de 2019.

As apreensões aumentaram tanto nas ações de vigilância, na Aduana da Ponte Internacional da Amizade, como nas ações de repressão aduaneira, na rodovia BR-277 e nas estradas secundárias, mas ambas tem um ponto em comum: o uso de fundo falso para tentar burlar a fiscalização.

Na Aduana da Ponte Internacional da Amizade, a fiscalização tem detectado fundos falsos ou ocultações de celulares em veículos de passeio, vans e até em motocicletas. Já na rodovia BR-277, a Receita Federal e as demais forças de segurança têm apreendido cada vez mais ônibus e veículos de passeio, com adaptações para ocultações de celulares.

registrado em: