Você está aqui: Página Inicial > Acesso à Informação > Ações e Programas > Combate ao Contrabando e Descaminho > Notícias > 2020 > Fevereiro > 9ª Região Fiscal > Receita Federal apreende mercadorias após acidente de trânsito em rodovia paranaense
conteúdo

Notícias

Receita Federal apreende mercadorias após acidente de trânsito em rodovia paranaense

Paraná

Ônibus envolvido no acidente levava grande quantidade de produtos estrangeiros sem qualquer comprovação de sua regularidade.
publicado: 12/02/2020 16h44, última modificação: 16/03/2020 15h49

Na tarde do dia  9 de fevereiro, policiais militares rodoviários do estado do Paraná foram informados da ocorrência de um acidente automobilístico na rodovia PR-317, próximo ao município de Iguaraçu/PR. Ao chegar no local constataram a ocorrência de grave acidente evolvendo um ônibus de turismo e um automóvel Renault/Duster, que se chocaram frontalmente, levando a óbito os quatro ocupantes do veículo menor e ferindo vários ocupantes do coletivo. O ônibus viajava de Foz do Iguaçu/PR para Brasília, retornando após  turistas efetuarem compras em Cidade de Leste, no Paraguai.

Tomadas as providências em relação aos passageiros feridos, os policiais rodoviários, já no dia seguinte,  comunicaram à Receita Federal de Maringá/PR sobre a existência de mercadorias estrangeiras sendo transportadas no ônibus acidentado. A Seção de Vigilância e Repressão ao Contrabando e Descaminho de pronto encaminhou equipe de servidores para o local e efetuou a verificação do coletivo. Havia grande quantidade de mercadorias estrangeiras no bagageiro inferior e na parte superior do veículo. Os produtos foram levados para o Depósito de Mercadorias da Receita Federal em Maringá, em caminhão oficial. O ônibus avariado foi levado ao posto da Polícia Rodoviária Estadual em Iguaraçu.

Durante a verificação constatou-se a existência de mercadorias bem diversificadas, como tapetes, artigos de vestuário, eletrônicos diversos, bebidas alcoólicas, centrais multimídias para veículos, câmaras de ar para pneus de motos, alto-falantes e artigos de informática. Segundo os  turistas, parte da carga teria sido saqueada por transeuntes que passavam pelo local. A estimativa é que o valor total das mercadorias retidas supere R$ 120 mil.

 

registrado em: