Você está aqui: Página Inicial > Acesso à Informação > Ações e Programas > Combate ao Contrabando e Descaminho > Notícias > 2019 > Dezembro > 9ª Região Fiscal > Dois ônibus são retidos pela Receita Federal na Operação Muralha

Notícias

Dois ônibus são retidos pela Receita Federal na Operação Muralha

Paraná

O valor estimado total das mercadorias é de R$ 350 mil.
por publicado: 02/12/2019 15h17 última modificação: 06/12/2019 14h02

Na última segunda-feira (25), no âmbito da Operação Muralha, dois ônibus foram retidos na barreira de fiscalização instalada na rodovia BR-277, próximo ao pedágio em São Miguel do Iguaçu/PR, carregados com mercadorias e eletrônicos de origem estrangeira.

O primeiro ônibus, com placas de São Paulo, foi abordado às 19h. Diante da grande quantidade de mercadorias estrangeiras encontradas em seu interior, o ônibus foi retido e lacrado. O segundo ônibus, com placas de Goiânia, foi abordado às 20h30. A equipe de fiscalização verificou que o motorista levava grande quantidade de celulares em sua bagagem pessoal. Diante dessa situação, o ônibus também foi lacrado. Ambos foram encaminhados para a Alfândega da Receita Federal em Foz do Iguaçu/PR para posterior contagem e valoração das mercadorias.

Por volta das 22h, servidores da Receita Federal, durante fiscalização no desvio da barreira do pedágio de São Miguel do Iguaçu/PR, abordaram uma caminhonete que levava 50 quilos de camarões congelados provenientes da Argentina. A mercadoria foi retida e encaminhada para a Vigilância Agropecuária. Durante o procedimento de fiscalização, no veículo, curiosamente a equipe encontrou um mapa com indicações de como desviar da barreira de fiscalização da Operação Muralha.

A Operação Muralha acontece de forma integrada à Operação Hórus, que já está em andamento, e à Operação Muro Alto, também deflagrada sob coordenação da Receita Federal no Mato Grosso do Sul. Estão envolvidos com as atividades 500 servidores, considerando todas as instituições participantes. A Operação Muralha conta, ainda, com o apoio de escâneres, de equipes com cães farejadores e do helicóptero da Receita Federal.