Você está aqui: Página Inicial > Acesso à Informação > Ações e Programas > Combate ao Contrabando e Descaminho > Notícias > 2019 > Abril > 8ª Região Fiscal > Alfândega da Receita Federal em São Paulo realiza diversas apreensões de drogas na primeira semana de abril
conteúdo

Notícias

Alfândega da Receita Federal em São Paulo realiza diversas apreensões de drogas na primeira semana de abril

São Paulo

Cocaína foi encontrada até em botões de vestidos que seriam exportados via remessa postal.

O mês de abril começou movimentado no Serviço de Remessas Postais e Expressas (Serpe) da Alfândega da Receita Federal em São Paulo, que fica localizado no Edifício-Sede dos Correios, no bairro da Vila Leopoldina, em São Paulo/SP.

A equipe do Serpe realizou diversas apreensões de entorpecentes na primeira semana do mês. O trabalho de detecção de drogas escondidas das mais diversas formas em remessas postais de importação e de exportação é apenas um dos objetivos do controle aduaneiro efetuado na Unidade.

Exportação

Em 2 de abril, houve a identificação de 245 cápsulas de ecstasy, com peso líquido de 90 gramas, apreendidas na exportação. A remessa foi postada em Niterói/RJ e tinha como destino Atlanta, nos EUA. No mesmo dia, oito pacotes de cocaína em pó foram apreendidos, contendo peso líquido de 1,130 kg. A droga estava oculta em capas e contracapas de livros infantis e foi postada em São Paulo/SP com destinatário em Madrid, na Espanha.

No dia 5 de abril, os servidores encontraram cocaína em pó oculta em mochilas infantis, postadas em Mato Grosso e que se queria fazer chegar em Portugal. O peso líquido neste caso foi de 1,240 kg. Os pacotes de entorpecentes estavam envolvidos em papel carbono.

Outro caso, no mesmo dia, de apreensão de cocaína em pó foi o de uma remessa postal cujo remetente era da cidade litorânea de Caraguatatuba/SP. Pretendia-se, supostamente, a exportação para a Austrália de vestidos diversos. Em 63 botões foram encontrados 380 gramas de cocaína em pó (peso líquido).

Importação

Também em 5 de abril, houve a identificação de seis pacotes de haxixe em miolos falsos de duas revistas em quadrinhos. O objeto foi postado no estado norte-americano do Oregon e tinha como destino endereço na cidade do Rio de Janeiro/RJ. O peso líquido desta apreensão foi de 330 gramas.

Por fim, na mesma data, em remessa postal declarada como "sacos de chá vazios" havia, na verdade, sementes de maconha oriundas da China para Belo Horizonte/MG. O peso líquido apreendido foi de 980 gramas.

registrado em: