Você está aqui: Página Inicial > Acesso à Informação > Ações e Programas > Combate ao Contrabando e Descaminho > Notícias > 2017 > Outubro > 1ª Região Fiscal > Receita Federal, Exército e Polícia Civil realizam operação de combate ao contrabando e ao descaminho em MT
conteúdo

Notícias

Receita Federal, Exército e Polícia Civil realizam operação de combate ao contrabando e ao descaminho em MT

Mato Grosso

A operação apreendeu quase R$400 mil em madeira ilegal e veículos estrangeiros.
publicado: 02/10/2017 11h59, última modificação: 05/04/2019 11h25

Nos dias 26 a 29 de setembro, a Receita Federal em conjunto com o Exército Brasileiro e a Polícia Civil de Vila Bela da Santíssima Trindade, realizou operação de combate ao contrabando e descaminho no município de Vila Bela da Santíssima Trindade/MT, fronteira com a Bolívia.

A operação contou com helicóptero do Exército Brasileiro que realizou o reconhecimento aéreo na região de fronteira e possibilitou a identificação de dois pontos de interesse de fiscalização.

Em uma fazenda, foram localizadas aproximadamente 2.500 lascas de aroeira introduzidas irregularmente no país, não foi apresentada documentação, e avaliadas em quase R$ 120 mil. O coordenador da operação, auditor-fiscal da Receita Federal Rogério Rigotti, destacou que foi possível constatar pela aparência da madeira, cor bem avermelhada característica, que havia sido extraída recentemente. No Brasil, é proibido o corte da aroeira sem plano de manejo aprovado pelos órgãos ambientais e a importação é regulada pelo Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA).

Devido a grande quantidade, a Prefeitura de Vila Bela da Santíssima Trindade disponibilizou caminhões para realizar o transporte da madeira e o Exército enviou reforço de militares para carregar os caminhões. O Ibama foi chamado e aplicou multa ambiental. Segundo informação dos órgãos locais, se trata da maior apreensão de lascas de aroeira realizada na região.

Na segunda fazenda, de difícil acesso, localizada na zona rural do município, a cerca de 250 km de Vila Bela por estrada de chão, foram localizados dois veículos estrangeiros em situação irregular no país. Os veículos com placas bolivianas, pertencem a proprietário residente no Brasil e que desenvolve suas atividades econômicas também no Brasil.

Os veículos são considerados contrabando, pois a importação de veículo usado é proibida no país. Foram retidos, uma camionete Toyota Tundra, avaliada em aproximadamente R$ 210 mil, e um caminhão Foton, avaliado em aproximadamente R$ 60 mil. Realizadas as retenções, os demais procedimentos foram adotados para a aplicação da pena de perdimento em todos os bens.

registrado em: