conteúdo

Contribuição Social sobre o Lucro Líquido - CSLL

Item

Código/
Variação

Periodicidade

Período de Apuração do Fato Gerador

Denominação

1

2030/01

Trimestral

A partir do 1º trimestre de 1997

CSLL - Lucro Real - Entidade financeira - Apuração Trimestral

2

2030/102

Trimestral

A partir do 1º trimestre de 2006

CSLL - Lucro Real - Entidade financeira - Apuração Trimestral - Postergada de períodos de apuração anteriores em decorrência de inexatidão quanto ao período de escrituração de receitas e rendimentos

3

2372/01

Trimestral

A partir do 1º trimestre de 1997

CSLL - Lucro Presumido ou Arbitrado

4

2372/03

Trimestral

A partir do 1º trimestre de 2005

CSLL - Lucro Arbitrado - Entidade financeira 

5

2372/08

Trimestral

A partir do 1º trimestre de 2001

CSLL - Lucro Presumido ou Arbitrado - SCP

6

2372/102

Trimestral

A partir do 1º trimestre de 2006

CSLL - Lucro Presumido ou Arbitrado - Postergada de períodos de apuração anteriores em decorrência de inexatidão quanto ao período de escrituração de receitas e rendimentos

7

2372/123

Trimestral

A partir do 3º trimestre de 2018

CSLL - Lucro Presumido ou Arbitrado - Entidade não financeira - Diferença apurada pelo cancelamento da habilitação no Rota 2030

8

2469/01

Mensal

A partir de janeiro de 1997

CSLL - Lucro Real - Entidade financeira - Estimativa mensal

9

2484/01

Mensal

A partir de janeiro de 1997

CSLL - Lucro Real - Entidade não financeira - Estimativa mensal

10

2484/08

Mensal

A partir de janeiro de 2001

CSLL - Lucro Real - Entidade não financeira - Estimativa mensal - SCP

11

2484/123

Mensal

A partir de agosto de 2018

CSLL - Lucro Real - Entidade não financeira - Estimativa mensal - Diferença apurada pelo cancelamento da habilitação no Rota 2030

12

6012/01

Trimestral

A partir do 1º trimestre de 1997

CSLL - Lucro Real - Entidade não financeira - Apuração Trimestral

13

6012/08

Trimestral

A partir do 1º trimestre de 2001

CSLL - Lucro Real - Entidade não financeira - Apuração Trimestral - SCP

14

6012/10

Trimestral

A partir do 1º trimestre de 2006

CSLL - Lucro Real - Entidade não financeira - Apuração Trimestral - Postergada de períodos de apuração anteriores em decorrência de inexatidão quanto ao período de escrituração de receitas e rendimentos

15

6012/123

Trimestral

A partir do 3º trimestre de 2018

CSLL - Lucro Real - Entidade não financeira - Apuração Trimestral - Diferença apurada pelo cancelamento da habilitação no Rota 2030

16

6758/011

Anual

A partir do ano-calendário de 1998

CSLL - Lucro Real - Entidade financeira - Saldo decorrente do ajuste a ser pago em quota única

17

6758/102

Anual

A partir do ano-calendário de 2006

CSLL - Lucro Real - Entidade financeira - Saldo decorrente do ajuste a ser pago em quota única - Postergada de períodos de apuração anteriores em decorrência de inexatidão quanto ao período de escrituração de receitas e rendimentos

18

6773/011

Anual

A partir do ano-calendário de 1998

CSLL - Lucro Real - Entidade não financeira - Saldo decorrente do ajuste a ser pago em quota única

19

6773/081

Anual

A partir do ano-calendário de 2001

CSLL - Lucro Real - Entidade não financeira - Saldo decorrente do ajuste a ser pago em quota única - SCP

20

6773/102

Anual

A partir do ano-calendário de 2006

CSLL - Lucro Real - Entidade não financeira - Saldo decorrente do ajuste a ser pago em quota única - Postergada de períodos de apuração anteriores em decorrência de inexatidão quanto ao período de escrituração de receitas e rendimentos

 

1 O débito correspondente ao saldo a pagar apurado em 31 de dezembro do ano-calendário (ajuste) deve ser  pago em quota única, até o último dia útil do mês de março, e declarado em separado:

  1. na DCTF Mensal relativa ao mês de março do ano-calendário subseqüente; ou
  2. na DCTF Semestral relativa ao 2º semestre do próprio ano-calendário, até o ano-calendário 2009.


2 Serão declarados os débitos relativos à contribuição social sobre o lucro líquido postergada em decorrência de inexatidão quanto ao período de escrituração de receitas e rendimentos de períodos de apuração a partir de 1º de janeiro de 2007.

3 O débito correspondente ao valor equivalente à CSLL não recolhida em função do benefício deverá ser declarado na DCTF Mensal relativa ao mês do cancelamento da habilitação e ser recolhido até o último dia útil do mês seguinte.