Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Assessoria de Comunicação Institucional > 2018 > Outubro > Receita Federal participa de inauguração do Centro Estadual Integrado de Inteligência (CEII) em Belém/PA
conteúdo

Notícias

Receita Federal participa de inauguração do Centro Estadual Integrado de Inteligência (CEII) em Belém/PA

Institucional

O Centro conta com os serviços de inteligência de órgãos do Estado do Pará
publicado: 29/10/2018 09h10, última modificação: 09/04/2019 15h50

No dia 18 de outubro, a Receita Federal esteve presente na inauguração do Centro Estadual Integrado de Inteligência (CEII) do Estado do Pará, que contou com a participação do governador do Pará.

O CEII é um complexo tecnológico de gestão de informações, dados e fatos de segurança, que reúne o esforço de todos os órgãos de segurança do Estado no combate à criminalidade, e tem como principal objetivo integrar todos os organismos de segurança em um único local, propiciando ações mais rápidas e integradas.

Sediado em Belém/PA, o CEII conta com os serviços de inteligência dos seguintes órgãos do estado do Pará: Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Detran, Superintendência do Sistema Penitenciário (Susipe), Secretaria Adjunta de Inteligência e Análise Criminal, Ministério Público do Estado e Fundação Amazônia Paraense de Amparo à Pesquisa (Fapespa).

O Centro executará, de forma integrada com instituições municipais e federais, ações especializadas para a obtenção de dados e produção de conhecimentos, com o objetivo de subsidiar as investigações policiais e o planejamento operacional, assim como assessorar as autoridades dos órgãos integrantes quanto às políticas de enfrentamento da criminalidade.

No âmbito federal integrarão o Centro, além da Receita Federal, as polícias Federal e Rodoviária Federal, a Agência Brasileira de Inteligência, Forças Armadas e demais órgãos que possuam equipe de inteligência.

A atividade de inteligência fiscal no âmbito da Receita Federal, conforme seu Regimento Interno, é de responsabilidade da Coordenação-Geral de Pesquisa e Investigação (Copei) a quem cabe executar ações integradas com órgãos de inteligência, investigação e de persecução penal.