Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Assessoria de Comunicação Institucional > 2016 > Junho > Receita Federal e Comando da Aeronáutica formalizam cooperação para capacitação de tripulantes de aeronaves
conteúdo

Notícias

Receita Federal e Comando da Aeronáutica formalizam cooperação para capacitação de tripulantes de aeronaves

Institucional

As aeronaves são importantes ferramentas para identificar as operações ilícitas do comércio exterior
publicado: 03/06/2016 10h03, última modificação: 25/08/2016 17h06

A Receita Federal e o Comando da Aeronáutica formalizaram ontem (2/6) um Termo de Execução Descentralizada para promover capacitação conjunta de suas tripulações de aeronaves.

Militares do Grupo de Transporte Especial da Força Aérea Brasileira - GTE - e servidores da Divisão de Operações Aéreas da Receita Federal - DIOAR - participarão de treinamento periódico de procedimentos de emergência do helicóptero Airbus EC 135, operado por ambas as unidades aéreas.

 Essas aeronaves são importantes ferramentas para identificar as operações ilícitas do comércio exterior, porque ajudam no monitoramento terrestre”, disse o secretário da Receita Federal, Jorge Rachid, durante a cerimônia de assinatura do acordo, que foi realizada em seu Gabinete, em Brasília. Ainda de acordo com o secretário, “além da economia e da troca de conhecimentos, a parceria propiciará, ao longo do tempo, um salto nas áreas de qualidade e, principalmente, de segurança. É uma honra trabalhar mais uma vez com a Aeronáutica”, finalizou.

O brigadeiro do Ar André Luiz Fonseca e Silva, representou o Comando da Aeronáutica na solenidade e destacou a importância dessa parceria e de outras que poderão ser firmadas no futuro entre as duas instituições.

Inicialmente, instrutores da Força Aérea Brasileira ministrarão o treinamento para os servidores da Receita Federal, que posteriormente também formará seus próprios instrutores em simulador de voo. A iniciativa servirá para contínuo intercâmbio de conhecimentos e experiências entre os respectivos quadros de tripulantes.

O treinamento em simulador de voo é de uso corrente entre operadores públicos e privados e tem por finalidade preparar tripulantes para enfrentar situações de emergência de maior complexidade ou risco que não podem ser simuladas na própria aeronave, tais como perda total de potência e fogo, elevando o nível de segurança operacional.