Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Assessoria de Comunicação Institucional > 2016 > Abril > Rachid faz avaliação positiva da entrega do IR 2016

Notícias

Rachid faz avaliação positiva da entrega do IR 2016

IRPF

Melhorias para 2017 foram anunciadas
publicado: 29/04/2016 20h33 última modificação: 29/04/2016 20h48

O secretário da Receita Federal, Jorge Rachid, disse há pouco em entrevista coletiva que neste ano de 2016 a entrega das declarações do IRPF transcorreu dentro da normalidade. Ele agradeceu a todos os contribuintes, que mais uma vez fizeram um exercício de cidadania, ao cumprir suas obrigações com o País. Destacou também o papel da imprensa, que fez ampla divulgação do programa à população.

Números

Até as 20h foram entregues 27.168.269 declarações. A estimativa é que até a meia noite serão entregues 28,2 milhões de documentos. O pico de transmissão aconteceu hoje às 16h, quando foram enviadas 314.161 Declarações no período de uma hora. Foram entregues até as 20h 15.706 documentos de contribuintes localizados no exterior.
Um total de 89 mil declarações foram transmitidas de dispositivos móveis. Quando a modalidade foi lançada em 2013 o número chegou a 7,5 mil.
Rachid explicou que o total de 2016 não vai atingir a estimativa inicial, que era de 28,5 milhões. Um dos principais motivos da diferença, segundo ele, foi a diminuição de declarações retificadoras. Neste ano serão entregues até o final do prazo aproximadamente 915 mil retificadoras, contra 1,165 milhão no mesmo período de 2015. “Esta diferença de aproximadamente 250 mil declarações demonstra que os contribuintes estão errando menos, e tendo mais familiaridade com as facilidades tecnológicas oferecidas pela Receita Federal”, concluiu.

Melhorias para 2017

O secretário anunciou algumas melhorias para a Declaração de 2017. A primeira é o fim da necessidade de se baixar o Receitanet. O próprio programa de preenchimento da Declaração já conterá os mecanismos de transmissão. Outra novidade é que eventuais mudanças de versão serão instaladas automaticamente.
Por fim, Rachid informou que o rascunho da Declaração 2017 já estará disponível a partir da próxima segunda, 2 de maio. Em 2014 ele entrou no ar em outubro. Em 2015, em julho. Além disso a nova versão permitirá a recuperação de senha.

Pendências

Rachid informou que 716 mil pessoas já apresentam pendências no IRPF 2016. Ele disse que este número é dinâmico, e que as declarações vão saindo dessa situação com a entrada de informações das fontes pagadoras, por exemplo.
Segundo o secretário, o contribuinte poderá, a partir de 15 de maio, verificar os motivos da retenção de sua declaração e fazer a autorregularização.

Entrega em atraso

Quem não entregou a declaração até hoje, 30 de abril, poderá fazê-lo a partir de segunda-feira, 2 de maio, mas já estará sujeito a multa de 1% do imposto devido, limitado a 20%, ou o mínimo de R$ 165,74.

registrado em: