Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Assessoria de Comunicação Institucional > 2014 > Dezembro > Operação Denarius

Notícias

Operação Denarius

Operação de Fiscalização

Receita Federal e Polícia Federal combatem crimes de lavagem de dinheiro e tráfico internacional de drogas
publicado: 02/12/2014 00h00 última modificação: 11/12/2014 14h07

A Receita Federal e a Polícia Federal deflagraram na manhã de hoje (02/12) a Operação Denarius, com o objetivo de combater organização criminosa suspeita de tráfico internacional de drogas, evasão de divisas e lavagem do dinheiro obtido por meio da atividade ilícita.

Como parte das ações estão sendo cumpridos 13 Mandados de Prisão Cautelar, 16 Mandados de Condução Coercitiva e 39 Mandados de Busca e Apreensão, expedidos pela Justiça Federal do Paraná, em cidades localizadas nos estados de Rondônia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná e São Paulo.

Entre as medidas foram autorizados a apreensão de diversos bens móveis, notadamente veículos, embarcações e aeronaves, a apreensão de milhares de cabeças de gado, o sequestro de imóveis (apartamentos, terrenos e fazendas) e o bloqueio dos numerários existentes nas contas bancárias de titularidade dos investigados, os quais constituiriam ativos auferidos com a prática dos crimes atribuídos aos investigados.

Segundo as investigações, a organização criminosa atuava há pelo menos três anos, utilizando-se da remessa de entorpecentes em meio a operações regulares de comércio exterior e de doleiros no esquema de lavagem do dinheiro. A Receita Federal, respaldada pela quebra dos sigilos fiscal e bancário dos investigados, identificou e apontou indícios de lavagem de dinheiro e de utilização de interpostas pessoas para ocultação de bens, o que contribuiu para a expedição das ordens de sequestro e bloqueios determinados pela Justiça Federal.

Participam da operação 10 servidores da Receita Federal e cerca de 180 Policiais Federais.

Será concedida entrevista coletiva na sede da Delegacia da Polícia Federal em Guaíra/PR às 10h, quando serão fornecidos maiores detalhes sobre a operação.