Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Assessoria de Comunicação Institucional > 2005 > Setembro > Brasil e EUA começam a fiscalizar cargas suspeitas

Notícias

Brasil e EUA começam a fiscalizar cargas suspeitas

Operação de Fiscalização

A colaboração faz parte de um acordo firmado entre as aduanas dos dois países para evitar a ação de grupos terroristas
publicado: 21/09/2005 00h00 última modificação: 06/03/2015 16h37

A partir desta quinta-feira (22) fiscais americanos passam a cooperar com a Aduana brasileira na identificação de cargas destinadas aos Estados Unidos que possam apresentar ilícitos aduaneiros. A colaboração faz parte de um acordo firmado entre as aduanas dos dois países para evitar a ação de grupos terroristas.

Com essa ação, o Porto de Santos passa a ser o primeiro da América do Sul a participar dessa experiência, que é feita em 38 portos do mundo, com base no programa Container Security Initiative, que prevê medidas para dar maior segurança às cargas transportadas de um destino ao outro.

Além do combate a ações terroristas, a atividade conjunta vai coibir os demais crimes aduaneiros, uma vez que as cargas vão passar a ter monitoramento cada vez mais abrangente. De acordo com a Receita, as cargas provenientes do porto de Santos terão tratamento prioritário quando forem desembarcadas nos Estados Unidos.