Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Assessoria de Comunicação Institucional > 2005 > Maio > Empresário condenado à prisão por sonegar R$ 34 milhões em impostos

Notícias

Empresário condenado à prisão por sonegar R$ 34 milhões em impostos

Investigação

A fraude consistia em abater das receitas da empresa grandes quantias, alegando que diversas vendas foram canceladas pelos clientes
publicado: 16/05/2005 00h00 última modificação: 03/03/2015 18h10

A Justiça Federal de Joinville (SC) condenou o empresário Ivo Goulart, sócio-gerente da Malharia Mainz Ltda, a quatro anos e oito meses de prisão por ter sonegado R$ 34,5 milhões em tributos. A decisão foi tomada no mês passado e refere-se a fraudes cometidas por Goulart e o contador da empresa, Frederico Otto Reiner, no período de 1990 a 1993.

A fraude consistia em abater das receitas da empresa grandes quantias, alegando que diversas vendas foram canceladas pelos clientes. Porém, as investigações apuraram que as mercadorias foram efetivamente vendidas, pagas e não retornaram ao estoque da empresa, comprovando o golpe.

Dessa forma, os empresários reduziam a incidência de tributos sobre o lucro e faturamento, como a CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido), além de PIS e Cofins. O contador foi condenado a três anos e oito meses de prisão como co-autor da fraude.

Para mais informações, favor contatar o delegado da Receita Federal em Joinville, Mário Benjamin Bartos, pelo telefone (47) 431-6300.