Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Assessoria de Comunicação Institucional > 2005 > Janeiro > Receita apreende milhares de bolsas e relógios falsificados

Notícias

Receita apreende milhares de bolsas e relógios falsificados

Operação de Fiscalização

As mercadorias não foram declaradas e estavam sendo transportadas em cargas de capas para CDs
publicado: 26/01/2005 23h00 última modificação: 02/03/2015 16h42

A Receita Federal apreendeu terça-feira (25), no Porto de Suape (PE), 50 mil relógios das marcas Rolex, Adidas, Swatch e cerca de 10 mil bolsas da marca Louis Vuitton e Fendi, ambos os produtos falsificados.

As mercadorias não foram declaradas e estavam sendo transportadas em cargas de capas para CDs. A apreensão faz parte da Operação Mar Amarelo, da Alfândega do Porto de Suape, iniciada em 2004 para combater o contrabando e a pirataria de produtos vindos da Ásia.

Segundo o inspetor em exercício da Alfândega do Porto de Suape, Alcides Alves dos Santos Júnior, foram constatados vários casos de fraudes cometidas por empresas que importavam produtos daquele continente, principalmente da China. “Passamos a realizar verificação total das cargas de importação da China, com atenção especial à falsa declaração de conteúdo e mercadorias falsificadas”, diz o inspetor.

Dessa vez um grupo de empresas suspeitas foi alvo da fiscalização. Em cargas do mesmo importador, além dos relógios e bolsas falsificados, foram encontrados 50 mil DVDs e 850 mil CDs virgens.

As empresas detentoras das marcas já foram acionadas para tomarem providências judiciais (apreensão da carga, destruição e representação penal). Os responsáveis pelas mercadorias falsas vão a responder a processo por contrabando.

Mais detalhes com o Inspetor em exercício do Porto de Suape, Alcides Alves dos Santos Júnior, pelos telefones: (081) 3527-5800/5801

Assessoria de Imprensa da SRF