Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Assessoria de Comunicação Institucional > 2005 > Janeiro > Operação Cataratas já apreendeu R$ 2 milhões em mercadorias nas duas primeiras semanas de 2005

Notícias

Operação Cataratas já apreendeu R$ 2 milhões em mercadorias nas duas primeiras semanas de 2005

Operação de Fiscalização

A segunda fase da Operação Cataratas está em funcionamento desde o primeiro dia útil deste ano
publicado: 13/01/2005 23h00 última modificação: 02/03/2015 16h21

A segunda fase da Operação Cataratas está em funcionamento desde o primeiro dia útil deste ano. Até agora foram apreendidos R$ 2.095.342,36 em produtos contrabandeados e descaminhados, como também veículos que serviam de transporte para estes produtos, vindos principalmente de Ciudad Del Este no Paraguai.

Este valor se divide entre a atividade de apreensão aos ônibus e a realização de buscas. Em duas semanas foram retidos 12 ônibus, dos quais oito já foram fiscalizados e apreendidos e quatro aguardam a deslacração. Nos ônibus foram encontrados R$ 971.873,17 em mercadorias. Mais da metade deste valor equivale aos cigarros contrabandeados e o restante se divide em eletrônicos, informática, pneus, CDs e DVDs virgens. O valor dos veículos apreendidos é de R$ 380.000,00.

Já nas buscas o total até agora é de R$ 742.669.19 e a porcentagem de cigarros é de 40%. O restante das mercadorias é bastante diversificado. Desde o início da segunda fase da Operação Cataratas foram apreendidos aparelhos eletrônicos para carros, pneus, informática, aparelhos de som, eletrônicos em geral e até uma moto. Ela foi encontrada na madrugada de ontem entre uma carga de aproximadamente R$ 300 mil em mercadorias de contrabando e descaminho nos quartos dos fundos do estacionamento de um hotel, no Parque Imperatriz em Foz. As buscas têm o objetivo de apreender as mercadorias no seu “esconderijo” e por isso são realizadas principalmente em hotéis, estacionamentos, guarda-volumes e em abordagens surpresas de veículos.

Estes resultados foram obtidos através de operações em conjunto da Delegacia da Receita Federal em Foz do Iguaçu com a Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e com a Procuradoria de Investigações Criminais.

Mais informações podem ser obtidas com o delegado da Receita Federal em Foz do Iguaçu, José Carlos de Araújo, pelos telefones (45) 520-4300 ou 520-4301.

Assessoria de Imprensa da SRF