Você está aqui: Página Inicial > Acesso à Informação > Ações e Programas > Combate ao Contrabando e Descaminho > Notícias > 2020 > Janeiro > 8ª Região Fiscal > Alfândega de Viracopos bate recorde de apreensão de drogas em 2019

Notícias

Alfândega de Viracopos bate recorde de apreensão de drogas em 2019

São Paulo

No total, foram apreendidos 520 kg de entorpecentes.
por publicado: 09/01/2020 12h56 última modificação: 09/01/2020 12h56

No ano de 2019, a Alfândega da Receita Federal no Aeroporto de Viracopos bateu recorde de apreensão de drogas. No total, foram apreendidos 520 kg de entorpecentes.

As apreensões ocorreram durante fiscalizações de remessas expressas, cargas formais, passageiros e encomendas nos correios.

Em comparação com o ano de 2018, houve um incremento de 140% nas apreensões. Além disso, em 2019, também foram realizadas 42 prisões por tráfico internacional de entorpecentes, número 425% maior que o do ano anterior (oito prisões).

Os resultados obtidos pela Receita Federal  Viracopos tornam evidente a grande eficiência na aplicação de recursos tecnológicos e de ferramentas como cães de faro e na capacitação e especialização de pessoal, principalmente se for levado em consideração o menor número de voos e movimentação de passageiros em comparação com os maiores aeroportos do País.

Passageiros

Em 2019, o Grupo de Repressão apreendeu um total de 226 kg de cocaína que seriam embarcados em voos com destino à Europa. Esse número representa um aumento de 1.660% em comparação com o ano de 2018, quando foram apreendidos 12,8 kg de cocaína. No total, foram registradas 43 ocorrências durante o ano. As formas mais comuns de transporte de entorpecentes foram em fundos falsos de bagagens e no interior de malas introduzidas clandestinamente em aeronaves.

Remessa Expressa

A Seção de Remessas Postais e Expressas realizou 133 apreensões de entorpecentes em 2019, totalizando 218 kg, o que resultou em incremento de 21% em relação ao ano anterior. As drogas mais apreendidas foram cocaína, cannabis, haxixe e poppers.

Cargas Formais

A Equipe de Vigilância e Repressão realizou diversas operações de fiscalização de cargas formais nos armazéns de importação e de exportação. Essas operações resultaram na apreensão de 54 kg de cocaína, 7,7 kg de haxixe e 6,93 kg de skunk. As drogas estavam ocultas em caixas de som, tonners de tinta e em cargas de roupas de praia.

Correios

O Grupo de Repressão realizou também operações de fiscalização de encomendas no Centro de Distribuição dos Correios em Indaiatuba. No ano de 2019, nessas operações, foram apreendidos 7,5 kg de diversas drogas (como cocaína, maconha, haxixe e MDMA), além de 8.800 comprimidos de ecstasy e 260 selos de LSD.