Você está aqui: Página Inicial > Acesso à Informação > Ações e Programas > Combate ao Contrabando e Descaminho > Notícias > 2020 > Fevereiro > 9ª Região Fiscal > Receita Federal em Maringá apreende ônibus de turismo carregado com mercadorias estrangeiras
conteúdo

Notícias

Receita Federal em Maringá apreende ônibus de turismo carregado com mercadorias estrangeiras

Paraná

O veículo tentou evitar a fiscalização utilizando estradas secundárias.
publicado: 18/02/2020 17h37, última modificação: 13/03/2020 15h13

No dia 15 de fevereiro, servidores da Seção de Vigilância e Combate ao Contrabando e Descaminho (SAREP) da Delegacia da Receita Federal em Maringá/PR detectaram que alguns veículos, alvos de seu monitoramento, estariam utilizando estradas secundárias para desviar os postos de fiscalização da Polícia Rodoviária existentes na região de Maringá.

A equipe, então, deslocou-se até o posto da Polícia Rodoviária Estadual em Rolândia/PR, cerca de 80 km a frente, sentido São Paulo. Lá, na madrugada do dia seguinte, por volta de 3h30, a equipe identificou e abordou um dos veículos monitorados: um ônibus de turismo, com placas de São Bernardo do Campo/SP, transportando 22 passageiros. Durante a vistoria do coletivo foi encontrada grande quantidade de mercadorias estrangeiras nos bagageiros localizados na parte inferior e superior do veículo, entre as poltronas e até no interior de seu banheiro.

Diante da constatação e da negativa dos passageiros em apresentar qualquer documentação hábil para comprovar sua regular introdução no país, as mercadorias e o veículo foram retidos e conduzidos ao Depósito de Mercadorias da Receita Federal em Maringá, onde foram lacrados para realização posterior dos procedimentos de fiscalização adequados ao caso. Os passageiros e o motorista, após identificação e vistoria, foram liberados.

Segundo o condutor do coletivo, as mercadorias seriam levadas para a capital do Estado de São Paulo. Havia mercadorias bastante variadas, entre elas smartphones, receptores de satélite, videogames e outros eletrônicos, cosméticos, brinquedos e confecções. A expectativa é que o valor total dos produtos ultrapasse R$ 500 mil.

registrado em: