Você está aqui: Página Inicial > Acesso à Informação > Ações e Programas > Combate ao Contrabando e Descaminho > Notícias > 2019 > Outubro > 9ª Região Fiscal > Receita Federal retém cerca de R$ 300 mil em remessas postais no oeste paranaense

Notícias

Receita Federal retém cerca de R$ 300 mil em remessas postais no oeste paranaense

Paraná

Mais de 430 remessas postais foram retidas em duas operações.
por publicado: 21/10/2019 13h16 última modificação: 08/11/2019 11h25

Durante a semana de 14 a 18 de outubro, as equipes de repressão da Receita Federal de Foz do Iguaçu e de Cascavel realizaram duas operações nos Centros de Distribuição de Remessas Postais. Uma das operações foi em Foz do Iguaçu e a outra em Cascavel, resultando na retenção de mais de 430 remessas irregulares.

As apreensões foram motivadas pela não comprovação da importação regular pelos remetentes das mercadorias, seja por falta de nota fiscal ou outro documento comprobatório da sua regularidade.

Em Foz do Iguaçu, após verificação das remessas, cerca de 105 volumes foram retidos. Dentre eles, destacaram-se diversos iPhones 11 em remessas diferentes. Já em Cascavel, foram retidos cerca de 333 volumes, todos irregulares. Em seguida, as mercadorias foram lacradas e encaminhadas à Alfândega da Receita Federal em Foz do Iguaçu para dar sequência aos procedimentos legais cabíveis.

Ao todo, estima-se que essas mercadorias somem mais de R$ 300 mil.

A Receita Federal ressalta que, conforme o artigo 105 do Decreto Lei n° 37, de 18 de novembro de 1966, aplica-se a pena de perda da mercadoria: estrangeira, exposta à venda, depositada ou em circulação comercial no País, se não for feita prova de sua importação regular; e estrangeira ou nacional, na importação ou na exportação, se qualquer documento necessário ao seu embarque ou desembaraço tiver sido falsificado ou adulterado.