Você está aqui: Página Inicial > Acesso à Informação > Ações e Programas > Combate ao Contrabando e Descaminho > Notícias > 2019 > Agosto > 8ª Região Fiscal > Receita Federal apreende remessa postal com cocaína oculta em máscaras de personagens de videogame

Notícias

Receita Federal apreende remessa postal com cocaína oculta em máscaras de personagens de videogame

São Paulo

Essa e mais sete apreensões resultaram em um total de 2,350 kg de cocaína em pó, 1,030 kg de cocaína líquida e ainda 370 gramas de haxixe.
por publicado: 28/08/2019 11h55 última modificação: 16/10/2019 10h55

O Serviço de Remessas Postais e Expressas (Serpe) da Alfândega da Receita Federal em São Paulo apreendeu 1,460 kg cocaína oculto em máscaras de personagens de videogame, que seriam enviadas para a Áustria. Na parte interna das máscaras havia uma outra camada de fibra de vidro onde a cocaína foi escondida. A detecção foi dificultada por não se tratar de uma rota habitual de tráfico, e pelo fato das imagens do Raio-X terem sido inconclusivas. O narcoteste foi realizado devido à suspeita do servidor ao manusear o objeto.

Essa e mais sete apreensões ocorridas entre os dias 16 e 22 de agosto resultaram em um total de 2,350 kg de cocaína em pó, 1,030 kg de cocaína líquida e ainda 370 gramas de haxixe.

Nos dias 16 e 19 de agosto, foram identificadas 600 gramas de cocaína em pó, sendo que desse total 120 gramas estavam no interior de dois capacitores de módulo de som para carro, 140 gramas nas alças de uma mochila e 340 gramas em encartes de CD. As remessas tinham como destino, respectivamente, a Índia, a Austrália e a Tailândia.

Em 20 de agosto, foi identificada cocaína líquida em frascos de xampu e cosméticos. As embalagens de xampu, com destino à Bélgica, tinham 690 gramas da droga; já no frasco de cosmético havia 340 gramas de cocaína e seu destino era a Grécia.

No mesmo dia, foram apreendidas 290 gramas de cocaína em embalagem de graviola em pó. A remessa foi postada em Porto Alegre tendo como destino a Austrália.

No caso do haxixe, tratava-se de uma importação. Um pacote de 370 gramas de haxixe, escondido em uma piscina inflável, provinha da Califórnia e tinha como destino o Rio de Janeiro.