Você está aqui: Página Inicial > Acesso à Informação > Ações e Programas > Combate ao Contrabando e Descaminho > Notícias > 2017 > Novembro > 9ª Região Fiscal > Apreensão de medicamentos, haxixe e maconha na Operação Muralha
conteúdo

Notícias

Apreensão de medicamentos, haxixe e maconha na Operação Muralha

Paraná

Foram apreendidos 6 mil comprimidos para disfunção erétil, 50 frascos de anabolizantes, 1 kg de haxixe e 20 kg de maconha.
publicado: 07/11/2017 15h49, última modificação: 09/01/2018 14h43

No dia 31 de outubro, na barreira de fiscalização instalada ao lado da praça de pedágio em São Miguel do Iguaçu/PR, durante abordagem no âmbito da Operação Muralha, servidores da Receita Federal, com apoio de policiais do BPFron, realizaram apreensão de anabolizantes ocultos em brinquedos infantis e haxixe em uma garrafa térmica.

A partir de imagens produzidas pelo escâner da Receita Federal de um ônibus com destino a Sinope/MT, notou-se a presença de itens estranhos ocultos dentro de brinquedos infantis na mala de uma passageira. Os brinquedos, após abertos, revelaram aproximadamente 6 mil comprimidos para disfunção erétil e cerca de 50 frascos de anabolizantes. Os medicamentos e a passageira foram conduzidos a Delegacia da Polícia Civil de São Miguel do Iguaçu/PR para os procedimentos legais cabíveis.

No mesmo dia, foi realizada uma abordaram em um ônibus de turismo que tinha como destino Rio de Janeiro/RJ. O cão farejador suspeitou de uma garrafa térmica que pertencia a um adolescente. As imagens produzidas com o aparelho escâner revelaram a presença de uma substância estranha localizada entre a garrafa e sua capa de couro e, dessa forma, foi constatada a presença de cerca de 1 kg de haxixe na garrafa. O menor, de nacionalidade paraguaia, e a droga também foram encaminhados para a Delegacia da Polícia Civil de São Miguel do Iguaçu/PR.

Na quinta-feira (2), um ônibus de linha que fazia o trecho Foz do Iguaçu - Curitiba/PR foi parado pelas equipes. Durante revista uma mala levantou suspeita da fiscalização e foi levada para inspeção não invasiva no escâner da Receita Federal presente no local. Pelas imagens do aparelho, foi possível visualizar vários tabletes que evidenciaram a presença da droga.

A bagagem estava identificada em nome de uma adolescente menor de idade que informou
 à fiscalização que havia recebido o entorpecente na rodoviária de Foz e que deveria transportá-la até Curitiba, onde outra pessoa iria recebê-la.  A droga, que foi quantificada em cerca de 20 kg, foi encaminhada, assim como a adolescente, para à Polícia Civil em São Miguel do Iguaçu.

A Operação Muralha, que envolve servidores da Receita Federal, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil do Paraná, Polícia Militar do Paraná (BPFron), Marinha e Exército brasileiros, teve início no dia 3 de maio, sem prazo de encerramento.

Essa iniciativa está inserida no âmbito do Programa de Proteção Integrada de Fronteiras (PPIF), instituído pelo Decreto nº 8.903/2016, tem como diretrizes a atuação integrada e coordenada dos órgãos de segurança e de fiscalizações atuantes nas fronteiras, e como foco, o fortalecimento da prevenção, do controle, da fiscalização e da repressão aos delitos transfronteiriços, como contrabando, descaminho, tráfico de drogas, armas e medicamentos, entre outros. Participam da Operação a Receita Federal, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar do Paraná (BPFron), Força Nacional de Segurança (FNSP) e Instituto de Transportes e Trânsito de Foz do Iguaçu (Foztrans).

registrado em: