Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Assessoria de Comunicação Institucional > 2019 > Setembro > Receita Federal deflagra Operação Harpia

Notícias

Receita Federal deflagra Operação Harpia

Investigação

Ação ocorre na manha desta terça-feira (3/9) em conjunto com a Polícia Federal
publicado: 03/09/2019 10h56 última modificação: 03/09/2019 12h21

A Receita Federal e a Polícia Federal deflagraram, na manhã desta terça-feira, 03/09, a Operação Harpia, na qual são investigados crimes de evasão de divisas, operação de instituição financeira sem autorização, lavagem de capitais e organização criminosa.

Durante as investigações, iniciadas em 2018, foi apurada a existência de uma rede de doleiros que atuavam em Porto Alegre/RS, Santana do Livramento/RS, Rivera/Uruguai e Ciudad del Este/Paraguai.

A investigação identificou que esse grupo praticava transações cambiais não autorizadas, conhecidas como “dólar-cabo”, propiciando a lavagem de dinheiro oriundo de diversas atividades criminosas praticadas no Brasil e no Exterior, envolvendo, inclusive, madereiras da Região Norte do país.

Cerca de oitenta policiais federais e oito servidores da Receita Federal cumprem dezesseis mandados de busca e apreensão nos municípios de Porto Alegre, Novo Hamburgo, Santana do Livramento e em Ariquemes, no estado de Rondônia, além de 11 mandados de prisão.

A partir das informações coletadas no cumprimento dos mandados de busca e apreensão, busca-se identificar a origem e o volume de recursos ilícitos transacionados pelos investigados, que tiveram movimentação financeira de mais de um bilhão de reais entre os anos de 2015 e 2019.

Harpia é uma das maiores aves de rapina do mundo e que está presente em grande parte do Brasil, principalmente na Amazônia.

Será concedida entrevista coletiva às 10h30 de hoje, na Superintendência da Polícia Federal no Rio Grande do Sul (Av. Ipiranga, nº 1365, Porto Alegre/RS).