Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Assessoria de Comunicação Institucional > 2019 > Julho > Receita Federal realiza operação em Londrina com retenções estimadas em R$ 1,2 milhão

Notícias

Receita Federal realiza operação em Londrina com retenções estimadas em R$ 1,2 milhão

Aduana

Foram retidos 2.150 volumes de remessas
publicado: 08/07/2019 12h13 última modificação: 08/07/2019 13h33

A Receita Federal realizou uma operação na Central de Distribuição dos Correios de Londrina, no norte do Paraná, onde foram retidos produtos eletrônicos sem notas fiscais na terça-feira, 2 de julho. Foram retidos 2.150 volumes de remessas, com o total estimado em R$ 1,2 milhão.

A operação, coordenada pela Coordenação-Geral de Combate ao Contrabando e Descaminho (Corep) em parceria com a Divisão de Repressão ao Contrabando e Descaminho da 9ª RF (Direp09), contou com a participação de servidores da Delegacia da Receita Federal em Londrina/PR, da Alfândega da Receita Federal em Foz do Iguaçu, da Direp09  e mais doze auditores-fiscais e analistas-tributários de várias regiões fiscais da Receita Federal.

A operação foi realizada com sucesso e atingiu dois objetivos: coibir esse tipo de comércio ilegal e padronizar os procedimentos de fiscalização nos correios. De acordo com o chefe da Direp09  as encomendas foram despachadas por empresas que vendem celulares, acessórios e relógios pela internet. Os produtos são comprados no Paraguai e revendidos no mercado interno sem o pagamento do imposto de importação. "Os produtos eram vendidos por empresas das regiões de Londrina e Maringá, no Paraná, para todas as regiões do Brasil. As empresas enviavam esses produtos sem notas fiscais, só com a declaração de conteúdo, o que é ilegal", explicou o auditor-fiscal.