Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Assessoria de Comunicação Institucional > 2019 > Janeiro > Receita Federal apreende dois caminhões com cigarros escondidos no meio de cargas de ovos

Notícias

Receita Federal apreende dois caminhões com cigarros escondidos no meio de cargas de ovos

Apreensão

As apreensões aconteceram em Santa Catarina na última quinta-feira (17) e somam R$ 3,75 milhões
publicado: 21/01/2019 15h20 última modificação: 09/04/2019 11h20

A Alfândega da Receita Federal em Florianópolis e a Divisão de Repressão da 9ª Região Fiscal , com apoio da Polícia Rodoviária Federal, apreenderam 750 mil maços de cigarros contrabandeados do Paraguai em duas ocorrências simultâneas na rodovia BR-101 em Itapema/SC e em Joinville/SC. Os cigarros estavam em dois caminhões que trasportavam cargas de ovos.

O primeiro caminhão foi abordado por volta das 9h no km 151, em Itapema/SC. O motorista informou que estava transportando ovos e apresentou nota fiscal mas ao remover parte do material os agentes identificaram um fundo falso no baú e atrás dele encontraram caixas contendo 400 mil maços de cigarros paraguaios avaliados em R$ 2 milhões. O motorista  disse que receberia R$ 4 mil para transportar a carga do interior do Paraná até Porto Alegre. O condutor foi levado à Polícia Federal de Itajaí e responderá pelo crime de contrabando.

O segundo veículo, um caminhão com placa de Londrina/PR, foi abordado quase no mesmo horário, no km 25 da BR-101 em Joinville/SC, com 350 mil maços de cigarros paraguaios avaliados em R$ 1,75 milhão. Os cigarros também estavam escondidos em fundo falso, atrás de um carregamento de ovos. O motorista foi encaminhado à Polícia Federal de Joinville/SC e vai responder pelo crime de contrabando. 

Ambos os motoristas ainda poderão ter as carteiras de habilitação (CNH) cassadas por cinco anos, conforme lei federal sancionada na última semana. Os cigarros e os caminhões foram encaminhados para depósitos da Receita Federal e as cargas de ovos estão sendo doadas para instituições de caridade e órgãos públicos.