Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Assessoria de Comunicação Institucional > 2019 > Janeiro > Alfândega de Brasília destrói 15 toneladas de cigarros em apenas duas semanas

Notícias

Alfândega de Brasília destrói 15 toneladas de cigarros em apenas duas semanas

Apreensão

O valor aproximado das mercadorias é de R$ 3,7 milhões, em sua maioria cigarros, charutos e tabaco para narguilé
publicado: 25/01/2019 12h05 última modificação: 09/04/2019 15h58

A Alfândega do Aeroporto Internacional de Brasília já destruiu 15 toneladas de mercadorias apreendidas nesse mês de janeiro. O valor aproximado é de R$ 3,7 milhões. em sua maioria cigarros, charutos e tabaco para narguilé.

A parceria com a Prefeitura Municipal de Planaltina de Goiás possibilita a destruição dos cigarros e o descarte, em aterro sanitário, do resíduo que ainda não possui uma forma de reaproveitamento no Distrito Federal.

Caixas de cigarro, contendo 500 maços cada, são esmagadas por um trator de esteira até romper as sete camadas de embalagem que os protegem. Depois o resíduo é misturado ao lixo orgânico já existente no local da destruição. Segundo o presidente da Comissão de Destruição de Mercadorias Apreendidas da Alfândega este método se apresenta como o mais rápido e eficiente na realidade da região.

“Com a inauguração do Aterro Sanitário de Brasília, a expectativa é aperfeiçoar cada vez mais o processo de destruição destas mercadorias, num esforço constante de buscar a reciclagem ou o reaproveitamento dos resíduos, sem agredir o meio ambiente”, diz o presidente da Comissão.