Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Assessoria de Comunicação Institucional > 2019 > Agosto > OPERAÇÃO MIOPIA – Receita Federal e Polícia Federal realizam operação de combate à lavagem de dinheiro e evasão de divisas

Notícias

OPERAÇÃO MIOPIA – Receita Federal e Polícia Federal realizam operação de combate à lavagem de dinheiro e evasão de divisas

Investigação

As investigações são decorrentes da Operação HAMMER ON, deflagrada em 2017
publicado: 08/08/2019 12h30 última modificação: 08/08/2019 14h08

A Receita Federal e a Polícia Federal deflagraram hoje, 8/8, a Operação MIOPIA, com o propósito de desarticular uma organização criminosa transnacional especializada na prática de lavagem de dinheiro e evasão de divisas.

Há suspeita de terem sido movimentados em contas bancárias das empresas controladas pela organização criminosa investigada cerca de R$ 6,5 bilhões com origem ilícita no período entre 2010 e 2018.

As investigações são decorrentes da Operação HAMMER ON, deflagrada em 2017, e tem como foco um grupo criminoso que utilizava contas bancárias de várias empresas, em geral, “fantasmas”, para receber valores de pessoas físicas e jurídicas interessadas em adquirir mercadorias, drogas e cigarros provenientes do exterior, especialmente do Paraguai.

Além de a investigação abranger os operadores financeiros e os seus clientes (traficantes, empresários, “cigarreiros”, no Brasil e no Paraguai), foram identificadas as instituições financeiras que promoveram a remessa de milhões de reais, de origem espúria, para o exterior.

Os responsáveis por estas instituições financeiras fechavam operações de câmbio sem questionar a origem dos valores que lhes eram remetidos, revelando uma visão míope do real cenário em que operavam, já que deixavam de cumprir as regras de compliance a que estavam submetidos .

São cumpridas 26 ordens judiciais, expedidas pela 9ª Vara Federal de Curitiba, sendo 12 mandados de prisão temporária e 14 mandados de busca e apreensão em Foz do Iguaçu/PR e São Paulo. Os investigados responderão, dentre outros, pelos crimes de organização criminosa, lavagem de dinheiro e evasão de divisas.