Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Assessoria de Comunicação Institucional > 2018 > Outubro > Termina amanhã o prazo para apresentação de sugestões ao Programa de Estímulo à Conformidade Tributária - Pró Conformidade

Notícias

Termina amanhã o prazo para apresentação de sugestões ao Programa de Estímulo à Conformidade Tributária - Pró Conformidade

Consulta Pública

A consulta pública ficará disponível até amanhã, 31 de outubro
publicado: 30/10/2018 15h14 última modificação: 09/04/2019 10h55

A Receita Federal abriu a Consulta Pública RFB nº 4, de 2018, para receber opiniões sobre programa a ser lançado pelo Órgão, que pretende estimular as empresas a adotarem boas práticas com o fim de evitar desvios de conduta, por meio do estabelecimento de uma classificação dos contribuintes conforme o grau de risco que representam para a Receita Federal.

A proposta se inspira em boas práticas adotadas por outras administrações tributárias, seguindo modelo mundialmente reconhecido de favorecimento às práticas de conformidade tributária.
No âmbito federal, o programa é denominado Pró-Conformidade. O objetivo da Receita Federal é criar condições mais favoráveis aos contribuintes que têm um bom relacionamento com o Fisco, facilitando o cumprimento de suas obrigações e lhes prestando atendimento eficiente e ágil, quando demandarem. O bom contribuinte terá então prioridade em suas demandas e será previamente comunicado de suas pendências, para fins de autorregularização.  A consulta pública estará disponível até amanhã, 31 de outubro.

Como etapa prévia à implantação do programa, a Receita Federal vai realizar a classificação dos contribuintes levando em conta quatro critérios objetivos que avaliam o seu comportamento para com o fisco federal: 

1 - situação cadastral compatível com as atividades da empresa; 
2 - aderência nas informações prestadas à Receita Federal por meio de declarações e escriturações; 
3 - tempestividade na apresentação das declarações e das escriturações; e 
4 - adimplência no pagamento dos tributos devidos.

Para saber mais sobre o Pró-conformidade e participar deixando sua opinião, clique aqui.