Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Assessoria de Comunicação Institucional > 2017 > Outubro > Reconhecimento Facial de Viajantes é um dos projetos vencedores do 21º Concurso Inovação da ENAP

Notícias

Reconhecimento Facial de Viajantes é um dos projetos vencedores do 21º Concurso Inovação da ENAP

Institucional

A Receita Federal recebeu o prêmio em cerimônia realizada pela ENAP no dia 16 de outubro
publicado: 20/10/2017 08h45 última modificação: 09/04/2019 15h27

A Escola Nacional de Administração Pública (Enap) e o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) realizaram, na última segunda-feira (16),  a solenidade de premiação do 21º Concurso Inovação no Setor Público.

O evento aconteceu no auditório da Enap e contou com a presença de representantes de embaixadas e diversas autoridades do governo federal.

O Concurso Inovação na Gestão Pública Federal é promovido pela ENAP, desde 1996, com o objetivo de disseminar soluções inovadoras em organizações do governo federal. Sua finalidade é estimular a geração de iniciativas criativas de gestão nos órgãos públicos de maneira a contribuir com o  aumento da eficiência e da eficácia das operações do Estado brasileiro, melhorando os serviços e o atendimento prestados aos cidadãos.

Foram 15 projetos vencedores, sendo cinco em cada uma das seguintes categorias: Inovação em processos, serviços ou políticas públicas no Poder Executivo Estadual/Distrital; Inovação em processos organizacionais no Poder Executivo Federal; e Inovação em serviços ou políticas públicas no Poder Executivo Federal. Cada categoria contou com a participação de 10 projetos finalistas.

O projeto IRIS - Reconhecimento Facial de Viajantes foi um dos vencedores na categoria  Inovação em serviços ou políticas públicas no Poder Executivo Federal.

Para o planejamento, contratação e implementação, a solução contou com equipe de várias áreas da Receita Federal, sendo elas: tecnologia da informação, programação e logística e administração aduaneira. Enquanto no primeiro semestre de 2016, a RFB já estava implantando a sua solução no Brasil, outros aeroportos de referência mundial, como o JFK em Nova York, EUA, ainda estavam iniciando projetos equivalentes, inclusive usando o mesmo fornecedor selecionado pela RFB.

O projeto integra diversas soluções tecnológicas, englobando a ferramenta de mercado de "reconhecimento biométrico facial", o cruzamento de dados oriundos de diversas instituições (Receita Federal, Companhias Áreas e Polícia Federal), a aplicação disponibilizada para os viajantes (e-DBV) e a mudança de arquitetura de infraestrutura do ambiente informatizado com características híbridas (equipamentos – servidores descentralizados nos aeroportos integrados aos tablets e o banco de  dados num Datacenter centralizado).

Assista aqui ao vídeo que a TV Receita produziu sobre o Sistema de Reconhecimento Facial.