Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Assessoria de Comunicação Institucional > 2017 > Outubro > Receita Federal promove Seminário de Educação Fiscal

Notícias

Receita Federal promove Seminário de Educação Fiscal

Educação Fiscal

O encontro buscou sensibilizar a sociedade para a importância da Educação Fiscal por meio da divulgação do Projeto NAF
publicado: 04/10/2017 15h00 última modificação: 04/04/2019 16h10

No dia 27 de setembro a Divisão de Interação com o Cidadão da 7ª RF (Divic/RF07) promoveu o Seminário “Educação Fiscal: Avanços e Desafios”, reunindo cerca de setenta pessoas, entre representantes locais do Programa Nacional de Educação Fiscal (PNEF) e de várias Instituições de Ensino Superior (IES). O objetivo é promover a integração e troca de experiências entre os representantes  locais de Educação Fiscal da 7ªRF e  das  IES – Instituições de Ensino Superior.

O encontro teve como objetivo disseminar as informações sobre o projeto NAF - Núcleo de Apoio Fiscal e Contábil, sensibilizar a sociedade para a importância da Educação Fiscal, e sedimentar os núcleos já existentes, mediante troca de experiências, avaliação dos instrumentos gerenciais e proposta de ações para aprimoramento das atividades nos NAF.

A cerimônia de abertura foi marcada pelas considerações do representante regional do Programa Nacional de Educação Fiscal (PNEF) na 7ª RF, o analista-tributário Vicente Bruno Cavalcanti de Oliveira, que ressaltou a importância da parceria entre a Receita Federal e as instituições de ensino no Projeto. Juntamente com ele, proferiram algumas palavras o chefe substituto da Divic/RF07, auditor-fiscal Edinei Pereira dos Santos, e o superintendente adjunto da 7ª RF, auditor-fiscal Luiz Henrique Casemiro.

Edinei agradeceu e destacou a importância da presença de todos os professores, coordenadores, estagiários/monitores e representantes da Educação Fiscal nas delegacias da RFB. Casemiro encerrou as considerações iniciais traçando um panorama da evolução da Educação Fiscal na Receita Federal nos últimos 35 anos, ressaltando a melhoria do relacionamento e aproximação da Instituição com a Sociedade.

Dando início à série de palestras, Marcelo Ambrózio Paluma, auditor-fiscal de Finanças e Controle e coordenador do núcleo de ações de Ouvidoria e prevenção à corrupção da CGU regional do Rio de Janeiro, abordou o tema “Transparência e Acesso à Informação”, ressaltando a relevância das ações de controle social, não só para o cidadão, mas também para o futuro profissional de contabilidade.

Em seguida, o representante regional do Projeto NAF na 7ªRF, analista-tributário Vicente Bruno Cavalcanti de Oliveira, discorreu sobre o atual panorama dos NAF em nossa RF, até o final do mês de setembro. Vicente relatou que ao todo são vinte núcleos constituídos e em funcionamento na região, sendo dezessete no Rio de Janeiro e três no Espírito Santo. O representante também abordou os 'pontos críticos' que necessitam de saneamento, apresentando a 'proposta de trabalho' e o novo recurso de mídia, denominado Receita Drive, que será útil para armazenar e compartilhar arquivos digitais, possibilitando maior eficiência nas atividades realizadas.

O período da tarde foi aberto por uma roda de conversa, onde se pôde colher as boas práticas e as dificuldades encontradas, a partir da ótica do aluno/monitor, do coordenador IES e do representante DRF, de tal forma que todos puderam enxergar os problemas e soluções a partir das circunstâncias dos outros parceiros. Questão abordada também na palestra do analista-tributário Eduardo Caimbro, da Gerência Nacional NAF, que trouxe experiências realizadas na 8ªRF e coletadas em visitas técnicas realizadas em diversas localidades do Brasil.

Encerrando o dia, a analista-tributária Angela Novaes deu destaque ao importante papel da Educação à Distância nas capacitações do projeto NAF, modelo misto que conjuga treinamento a distância, pela plataforma Cuboz, e o módulo presencial. Demonstrando as funcionalidades de navegação e os cursos contidos na plataforma de estudos, desenvolvida em formato de rede social, de forma a facilitar o manuseio pelos alunos.