Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Assessoria de Comunicação Institucional > 2017 > Maio > Operação Muralha divulga o primeiro balanço parcial

Notícias

Operação Muralha divulga o primeiro balanço parcial

Fiscalização

As apreensões de mercadorias estrangeiras ultrapassaram meio milhão de reais na primeira semana, um aumento de 145% em relação ao mesmo período da Operação no ano de 2016
publicado: 11/05/2017 16h20 última modificação: 02/06/2017 15h03

No período de 3 a 9 de maio, que corresponde aos primeiros sete dias da Operação Muralha, as atividades na região oeste do Paraná foram realizadas principalmente na barreira de fiscalização instalada próximo à praça de pedágio situada no município de São Miguel do Iguaçu/PR e em estradas secundárias da região.

Os resultados obtidos nessa primeira semana foram bastante expressivos, tendo sido realizadas até o momento cinco prisões em flagrante e apreensões de 228 quilos de maconha; uma arma e 350 munições; 40 comprimidos de medicamentos e anabolizantes e aproximadamente R$ 723 mil em mercadorias apreendidas. Além disso, foram retidos 13 veículos, sendo seis ônibus e sete veículos de passeio.

Os números chamam a atenção quando comparados com o mesmo período da operação no ano anterior. Este ano foram retidos e lacrados 720 volumes de mercadorias diversas na barreira de fiscalização. As mercadorias foram retidas por ocasião da fiscalização de veículos de transporte de passageiros e veículos de passeio por estarem acima da cota de isenção ou por terem indício de destinação comercial. No ano anterior, no mesmo período da operação (primeiros sete dias) foram retidos 320 volumes de mercadorias diversas, o que corresponde a um aumento de 125% em 2017.

O valor total de mercadorias apreendidas, R$ 723 mil, também representa um aumento de 145% quando comparado com o valor apreendido na primeira semana de operação em 2016 (R$ 295 mil).

A Operação Muralha, que envolve servidores da Receita Federal, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Exército, Marinha, Polícia Militar do Paraná, Polícia Civil e Departamento de Inteligência do Paraná, teve início no dia 3 de maio e deve continuar por período indeterminado.

A ação está inserida no âmbito do Programa de Proteção Integrada de Fronteiras (PPIF) e tem por finalidade o fortalecimento do controle e da fiscalização, visando a prevenir e combater os crimes de contrabando e descaminho, tráfico de drogas, armas, munições, medicamentos e outros crimes praticados, em especial com enfoque em produtos que ingressam ao Brasil vindos do Paraguai.