Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Assessoria de Comunicação Institucional > 2016 > Março > Receita arrecadou 87.851 milhões em fevereiro de 2016

Notícias

Receita arrecadou 87.851 milhões em fevereiro de 2016

Arrecadação

Resultado da arrecadação foi divulgado hoje
publicado: 18/03/2016 15h35 última modificação: 05/06/2017 14h42

A arrecadação total das receitas federais atingiu, em fevereiro de 2016, o valor de R$ 87.851 milhões, registrando uma redução real (IPCA) de -11,53% em relação a fevereiro de 2015. O desempenho da arrecadação das receitas administradas pela RFB, no período de janeiro a fevereiro de 2016, em relação a igual período de 2015, encerrou com uma variação real acumulada, atualizado pelo IPCA, de -7,94%.

Tanto o resultado do mês quanto o do período acumulado de janeiro e fevereiro foram influenciados sensivelmente pela arrecadação extraordinária, em fevereiro de 2015, no valor de cerca de R$4,64 bilhões, decorrente da transferência de ativos entre empresas. Convém destacar, também, alterações tributárias que produziram acréscimo na arrecadação, como a redução na desoneração da folha de salários, o retorno parcial da tributação da CIDE Combustíveis e a elevação das alíquotas do PIS/Cofins sobre combustíveis.

Além dos fatores acima, ressalta-se que o desempenho da arrecadação foi, fundamentalmente, explicado pelo desempenho da economia, evidenciado pelo resultado dos principais indicadores macroeconômicos que explicam os tributos.

Segundo Claudemir Malaquias, chefe do Centro de Estudos Tributários e Aduaneiros, “A arrecadação de fevereiro de 2016 foi fortemente impactada pela desaceleração da atividade econômica, com destaque para a produção industrial (-12,84%), vendas de bens e serviços (-12,02%) e massa salarial (-9,44%). A conjugação desses fatores explica o desempenho negativo da arrecadação em -7,94% em relação ao mesmo período do ano passado.”

Acesse o relatório de arrecadação aqui.

Para ver a entrevista do chefe do Centro de Estudos Tributários e Aduaneiros para o TV Receita, clique aqui