Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Assessoria de Comunicação Institucional > 2016 > Maio > Comitê Gestor aprova diretrizes do domicílio tributário eletrônico do Simples Nacional
conteúdo

Notícias

Comitê Gestor aprova diretrizes do domicílio tributário eletrônico do Simples Nacional

Simples Nacional

Opção pelo SN implica aceitação de sistema de comunicação eletrônica para ciência
publicado: 10/05/2016 14h15, última modificação: 25/08/2016 17h14

A Lei Complementar n. 139/2011 alterou a Lei Complementar n. 123/2006, estabelecendo que a opção pelo Simples Nacional implica aceitação de sistema de comunicação eletrônica para ciência dos atos, notificações, intimações e avisos emitidos pelas administrações tributárias – Receita Federal, Estados e Municípios.

Dessa forma, o Comitê Gestor do Simples Nacional (CGSN) aprovou a Resolução nº 127, com as diretrizes do Domicílio Tributário Eletrônico do Simples Nacional – DTE-SN, que entrará em vigor em 15/6/2016.

As comunicações feitas pelo DTE-SN terão caráter pessoal, e a ciência pode ser feita com certificado digital ou código de acesso.

Considerar-se-á realizada a comunicação no dia em que a empresa efetivar a consulta eletrônica ao teor da comunicação. No entanto, caso não o faça em 45 dias, ela será considerada automaticamente realizada.

O DTE-SN será utilizado pelos entes federados para as finalidades relativas às obrigações principais e acessórias dos tributos apurados na forma do Simples Nacional e demais atos administrativos inerentes ao respectivo regime.

Acrescenta-se que o DTE-SN não exclui outras formas de notificação, intimação ou avisos previstas nas legislações dos entes federados, incluídas as eletrônicas, e não se aplica ao Microempreendedor Individual (MEI).

Secretaria-Executiva do Comitê Gestor do Simples Nacional