Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Assessoria de Comunicação Institucional > 2016 > Junho > Ação da Receita Federal em Campo Grande/MS resulta em apreensões de mais de R$ 4,5 milhões

Notícias

Ação da Receita Federal em Campo Grande/MS resulta em apreensões de mais de R$ 4,5 milhões

Fiscalização

Foram apreendidos cigarros e pasta base de cocaína
publicado: 21/06/2016 18h43 última modificação: 25/08/2016 16h35

O trabalho integrado do Núcleo de Pesquisa e Investigação (Nupei) e do Núcleo de Repressão ao Contrabando e Descaminho (Nurep) da Receita Federal em Campo Grande/MS, desenvolvido nos últimos meses, vem apresentando resultados consideráveis na apreensão de mercadorias, cigarros e drogas de procedência paraguaia introduzidos de forma clandestina no País.

No último dia 6 de junho, foram apreendidas cerca de 700 caixas de cigarros contrabandeados, com valor estimado em R$ 1,4 milhão, escondidas entre tapetes, aparentemente descaminhados, em um caminhão-baú. O caminhão foi carregado na região de fronteira com o Paraguai, tendo como destino o estado de Goiás. O motorista e o caminhão-baú foram inicialmente levados ao pátio da Receita Federal e, depois de confirmadas as suspeitas, encaminhados ao Departamento de Polícia Federal para providências cabíveis.

Já no dia 31 de maio, foram encontrados 40 quilos de pasta base de cocaína escondidos em duas caixas de som misturadas entre várias mercadorias avulsas de origem estrangeira. A apreensão ocorreu em região próxima à cidade de Dourados/MS e o valor estimado foi de R$ 1,6 milhão.

E no dia 19 de abril, ocorreu outra apreensão de cigarros em decorrência do trabalho conjunto entre os núcleos. Na operação foram apreendidas 800 caixas de cigarro na região do Distrito de Nova Andradina, com valor estimado de R$ 1,6 milhão. As caixas foram encontradas em meio a diversos pacotes de ração.

O trabalho integrado entre os núcleos faz parte do conjunto de ações previstas para a equipe especial de acompanhamento integral do setor de cigarros, instituída pela Portaria RFB nº 502, de 1º de abril de 2016.

 

 Campo Grande 2.jpg          Campo Grande 4.jpg