Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Assessoria de Comunicação Institucional > 2016 > Agosto > Receita Federal atua no check-in remoto dos atletas que deixaram a Vila Olímpica

Notícias

Receita Federal atua no check-in remoto dos atletas que deixaram a Vila Olímpica

Institucional

Servidores atuaram na baixa de admissão temporária, conferência de bens e esclarecimentos de dúvidas
publicado: 25/08/2016 12h40 última modificação: 25/08/2016 17h23

Servidores da Receita Federal estiveram presentes nos dias 21, 22 e 23 de agosto na Vila Olímpica dos Jogos Rio2016, atuando no check-in avançado dos atletas que deixaram o Brasil rumo a seus países de origem. A operação visa dar agilidade à saída da cidade de grande quantidade de atletas que deixaram a Vila após o final das competições.

Na ocasião, os atletas e demais membros das delegações olímpicas hospedados puderam realizar na própria Vila Olímpica seu check-inaéreo e despacho de bagagem, bem como o encerramento do regime de admissão temporária, quando necessário. Para isso, sete servidores da Receita Federal se revezaram entre os blocos da Vila prestando esclarecimentos de dúvidas sobre a legislação aduaneira de saída do País, realizando a baixa de admissão temporária e conferência dos bens que entraram no Brasil sob este regime, e destacando a presença fiscal da Receita Federal junto aos participantes do maior evento do planeta.

Após a realização do check-in, a bagagem da Família Olímpica foi transportada até o Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro por veículos dos Correios - o operador logístico oficial dos Jogos -, e entregue diretamente às companhias aéreas. Com isso, por já terem despachado seus volumes e resolvido os trâmites necessários em caso de fim de admissão temporária, os atletas puderam se dirigir diretamente ao raio-x de segurança anterior aos portões de embarque do aeroporto.

No total, só como bagagem acompanhada de atletas e membros de delegações olímpicas, foram despachadas cerca de 40 mil malas com peso médio de 37 kg cada, resultando em algo próximo a 1,5 mil toneladas.


Check3.jpg

Check4.jpg