Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Assessoria de Comunicação Institucional > 2015 > Junho > OMA elogia evolução da aduana brasileira

Notícias

OMA elogia evolução da aduana brasileira

Aduana

O relatório final da fase 3 do Programa Columbus, da Organização Mundial das Aduanas, destaca a evolução ocorrida na aduana brasileira na última década.
publicado: 12/06/2015 14h43 última modificação: 12/06/2015 14h44

"A administração realizou excelente progresso desde 2006 e implementou, com sucesso, padrões aduaneiros e melhores práticas internacionais. Foram observados avanços significativos em todas as sete áreas do framework de diagnóstico Columbus (Gestão Estratégica, Gestão de Pessoas e de Recursos Financeiros, Legislação, Procedimentos Aduaneiros e Repressão, Tecnologia da Informação, Comunicação e Relacionamento com Intervenientes, e Governança e Integridade)", diz o relatório.

O documento aponta, como exemplos de avanços ocorridos desde 2006, o desenvolvimento de um plano abrangente de reforma e modernização da aduana, a estruturação da área de planejamento estratégico, modelagem de processos e gerenciamento de projetos, a elaboração de um plano estratégico bem definido e indicadores de desempenho, o atual desenvolvimento do Portal Único do Comércio Exterior, a criação do programa de Operador Econômico Autorizado (OEA), a implantação de uma política de gestão por competências, a expansão das Áreas de Controle Integrado nas fronteiras (ACI), a criação de um Centro Nacional de Gestão de Risco Aduaneiro (CETAD) e o aperfeiçoamento da gestão de risco nos controles de cargas e de passageiros.

A equipe da OMA observou também a evolução nos nossos processos de comunicação, em especial com relação às informações aduaneiras na Intranet e no site da Receita Federal na Internet, incluindo o uso eficiente das mídias sociais, além do avanço na relação com órgãos intervenientes e operadores privados do comércio exterior.

O relatório, ao avaliar de forma detalhada a estrutura e os diversos processos de trabalho da aduana brasileira, representa, também, importante subsídio para o planejamento estratégico, norteando a definição das nossas ações no curto, médio e longo prazos.