Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Assessoria de Comunicação Institucional > 2012 > Fevereiro > RFB arrecada R$ 102,5 bilhões em janeiro

Notícias

RFB arrecada R$ 102,5 bilhões em janeiro

Arrecadação

Em termos nominais o crescimento no mês foi de 12,64%
publicado: 21/02/2012 23h00 última modificação: 12/12/2014 10h07

Em janeiro, a arrecadação das receitas federais atingiu 102,5 bilhões de reais, um novo recorde absoluto em relação ao total arrecadado em janeiro de 2011, de R$ 96,7 bilhões, e aos demais janeiros dos anos anteriores. Em termos nominais o crescimento no mês foi de 12,64%, e em termos reais, com base no IPCA, de 6,04%.

Ao analisar os números da arrecadação no primeiro mês do ano, a secretária-adjunta da Receita Federal, Zayda Manatta, e o coordenador de Previsão e Análise da RFB, Raimundo Elói de Carvalho, atribuíram o crescimento acima do previsto ao aumento da arrecadação de alguns impostos.

Segundo Carvalho, surpreendeu em termos de crescimento a declaração de ajuste do IRPJ/CSLL, que aumentou 37,22%, arrecadando um total de R$ 4 bilhões. O prazo para pagamento final do imposto é 31 de março, e a análise é de que as empresas resolveram antecipar o pagamento para evitar a cobrança dos juros com base na taxa Selic.

A equipe considerou também que tiveram crescimento acima dos padrões no mês a arrecadação de IPI incidente sobre bebidas e veículos, num total de aproximadamente R$ 200 milhões, e do IOF, de cerca de R$ 280 milhões. Este último teve um aumento de 16,51% e uma participação na variação total de 9,40%.

Crescimento anual -  Como já é padrão na equipe da Receita em início de ano, Zayda não quis fazer previsão sobre o crescimento da arrecadação em 2012. Ela considerou que  apenas após o terceiro trimestre é que se terá uma ideia mais concreta a respeito. “É muito prematuro antecipar qualquer previsão a respeito apenas com os dados desse mês. Preferimos nos fixar nos índices oficiais, que preveem crescimento entre 4 e 5%”, disse.

Receitas administradas – As receitas administradas pela RFB apresentaram em janeiro uma arrecadação total de 97,02 bilhões de reais. O crescimento nominal ficou em 11,28%, e o real, com base no IPCA, de 4,77%, confrontado com as arrecadações em janeiro de 2011, que foram de, respectivamente, R$ 87,1 bilhões em termos nominais, e de 92,6 bilhões com base no IPCA.

Segundo a equipe técnica da RFB, o resultado decorreu, fundamentalmente, da antecipação da Declaração de Ajuste do IRPJ e CSLL, do recolhimento da Contribuição Previdenciária referente ao 13º salário, em dezembro de 2011, da apuração semestral do IRRF-Rendimentos do Capital sobre aplicações financeiras em fundos de renda fixa, de junho a dezembro, e do pagamento em janeiro de royalties sobre a extração de petróleo.

Resultado completo da arrecadação

Apresentação em powerpoint

Assessoria de Comunicação - Ascom/RFB