Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Assessoria de Comunicação Institucional > 2009 > Outubro > Operação Flagelo II desarticula quadrilha que atuava em vários órgãos públicos
conteúdo

Notícias

Operação Flagelo II desarticula quadrilha que atuava em vários órgãos públicos

Operação de Fiscalização

Investigações da Receita apontam mais de 1000 CPF’s com indícios de irregularidades e cerca de R$ 1 milhão em restituições indevidas

A Receita Federal do Brasil participa na manhã de hoje (30/10) da "Operação Flagelo II", organizada pela Polícia Federal e que contou também com a colaboração do INSS e do Ministério Público Federal, com o objetivo de reprimir crimes contra o sistema previdenciário no Estado do Pará.

A operação que envolve cerca de 300 policiais federais, além de servidores da Receita Federal, do Ministério da Previdência Social e da Força de Segurança Nacional, visa cumprir 70 Mandados de Busca e Apreensão e 58 Mandados de Prisão, expedidos pela Justiça Federal do Pará.

 De acordo com as apurações, o esquema criminoso se organizava em vários núcleos;

 1 - Núcleo de intermediários, encarregados de captar pessoas interessadas em obter benefícios previdenciários;

 2 - Núcleo de servidores do INSS, incumbido de receber os pedidos de benefícios previdenciários e fazer falsos lançamentos nos sistemas informatizados para concessão de benefícios;

 3 - Núcleo para obter empréstimos consignados no benefício fraudulento;

 4 - Grupo utilizado para o saque de dinheiro nos bancos e;

 5 - Núcleo encarregado de falsificar os documentos necessários a serem utilizados nas fraudes.


Durante as investigações ficou constatado que, além de 800 benefícios previdenciários fraudulentos, o grupo utilizaria os documentos falsos para realização de empréstimos consignados, tomada de empréstimos em bancos, constituição irregular de empresas e restituição indevida do Imposto de Renda.