Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Assessoria de Comunicação Institucional > 2008 > Outubro > Receita e PF deflagram operação Escambo
conteúdo

Notícias

Receita e PF deflagram operação Escambo

Operação de Fiscalização

A ação tem como objetivo desarticular organização por crimes contra o sistema financeiro nacional
publicado: 28/10/2008 23h00, última modificação: 08/01/2015 11h11

A Superintendência da Polícia Federal no Rio Grande do Norte, em conjunto com a Receita Federal do Brasil, deflagrou a denominada operação ESCAMBO, a fim de desarticular uma suposta organização criminosa, sediada no Rio Grande do Norte e em outros Estados da Federação, voltada para a prática de crimes contra o sistema financeiro nacional, notadamente a realização de câmbio clandestino de moeda estrangeira ,formação de quadrilha, lavagem de dinheiro e crimes contra a ordem tributária.  

Há mais de um ano Receita Federal e Polícia investigam um grupo organizado de doleiros, sediados no Rio de Janeiro, Minas Gerais e no Rio Grande do Norte, cuja principal atividade é voltada para a prática contumaz de câmbio clandestino de moedas. Além disso, o produto obtido com tais práticas é dissimulado em uma estrutura empresarial criada para lavagem de dinheiro, sendo resultado lógico de tais atividades a supressão do pagamento de tributos devidos ao fisco. 

No decorrer dos trabalhos foi possível detectar a participação de agentes públicos em tais atividades. Apenas o aprofundamento das investigações poderá delinear a real envergadura da organização criminosa no seio do Poder Público, o que impede a divulgação de detalhes. 

Ao total, 137 Policiais Federais e 23 Auditores Fiscais cumprem 26 (vinte e seis) Mandados de Busca na grande Natal/RN, 03 (três) em Belo Horizonte e 03 (três) do Rio de Janeiro. As mesmas equipes cumpriram mandados de prisão preventiva. 

A investigação se desenvolveu também com a intensa participação de outras instituições, dentre elas o Ministério Público Federal e o Banco Central do Brasil.