Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Assessoria de Comunicação Institucional > 2008 > Novembro > Receita inicia Operação Negócio da China contra fraudes na importação de mercadorias populares
conteúdo

Notícias

Receita inicia Operação Negócio da China contra fraudes na importação de mercadorias populares

Operação de Fiscalização

Ação envolve os estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo onde estão sendo cumpridos 20 mandados judiciais de busca e apreensão
publicado: 24/11/2008 23h00, última modificação: 09/01/2015 11h07

A Receita Federal do Brasil - RFB, em conjunto com a Polícia Federal e o Ministério Público Federal, deflagrou na manhã de hoje a "Operação Negócio da China", que envolve um dos maiores e mais conhecidos grupos varejistas do Rio de Janeiro, suspeito da prática de vários crimes. 

Cerca de 500 servidores dos três órgãos estão cumprindo 20 mandados judiciais de busca e apreensão, simultaneamente, em cidades dos estados do Rio de Janeiro e do Espírito Santo. Os mandados, expedidos pela Justiça Federal, abrangem escritórios e lojas das empresas relacionadas ao esquema, depósitos de mercadorias e residências das pessoas que concorriam para a prática das fraudes. Foram decretadas, ainda, prisões temporárias de 14 pessoas. 

As investigações, iniciadas pela Receita Federal do Brasil, duraram cerca de um ano e indicam que o grupo empresarial é suspeito de praticar fraudes na importação de mercadorias populares com o intuito de reduzir ou suprimir o pagamento de impostos e contribuições. Além do crime de descaminho, foram encontradas evidências da prática de sonegação fiscal, evasão de divisas e lavagem de dinheiro, bem como utilização de empresa interposta. 

Além disso, também foram identificados fortes indícios de que as empresas do grupo receberam, direta e indiretamente, recursos de empresas sediadas nas Ilhas Virgens Britânicas, notório paraíso fiscal.

Ascom/Coordenação de Imprensa da RFB