Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Assessoria de Comunicação Institucional > 2008 > Maio > Lançado Sistema Público de Escrituração Digital - Contábil - Sped Contábil
conteúdo

Notícias

Lançado Sistema Público de Escrituração Digital - Contábil - Sped Contábil

Facilidade

O Sped-contábil coloca a escrituração contábil na era digital
publicado: 08/05/2008 00h00, última modificação: 07/01/2015 10h35

Nesta quarta-feira, (7/5) foi lançado oficialmente o Sistema Público de Escrituração Digital - Sped Contábil, em solenidade realizada no auditório do Conselho Federal de Contabilidade – CFC, onde estiveram presentes cerca de 200 participantes. 

O Sped-contábil, a exemplo da Nota Fiscal Eletrônica, coloca a escrituração contábil na era digital. Através desse Sistema, os livros Diário e Razão em papel serão substituídos pelos assinados digitalmente. 

Em breve a Secretaria da Receita Federal do Brasil - RFB disponibilizará para download o Programa Validador e Assinador (PVA), que irá possibilitar a assinatura digital e transmissão do arquivo para o ambiente Sped. Além disso, os arquivos também serão disponibilizados para as Juntas Comerciais com as informações necessárias para a sua autenticação. 

A  RFB  foi representada pelo Coordenador-Geral de Fiscalização, Marcelo Fisch Menezes. Estiveram, também, presentes ao evento, Maria Clara Cavalcante Bugarim, presidente do CFC, Valdir Pietrobon , Presidente da Fenacon, Edson Lupatini Júnior, Secretário de Comércio e Serviços do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior e Júlio Maito Filho, presidente da Associação Nacional de Presidentes de Juntas Comerciais. 

PROJETO SPED 

Instituído pelo Decreto n º 6.022, de 22 de janeiro de 2007, o projeto do Sistema Público de Escrituração Digital constitui-se em mais um avanço na informatização da relação entre fisco e contribuinte. 

Essa alternativa reduz custos administrativos, incentivando a formalidade. Permite ainda, melhora no controle tributário e, por meio do cruzamento de informações,  auxilia no combate à sonegação. 

ASCOM/Coordenação de Imprensa da RFB