Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Assessoria de Comunicação Institucional > 2008 > Agosto > Receita apreende produtos avaliados em 12,5 milhões e registra novo recorde no combate à pirataria

Notícias

Receita apreende produtos avaliados em 12,5 milhões e registra novo recorde no combate à pirataria

Operação de Fiscalização

A Receita Federal tem se empenhado em melhorar o ambiente de negócios no Brasil, aumentando constantemente o rigor do controle aduaneiro e tornando mais célere o despacho de importação e exportação
publicado: 07/08/2008 00h00 última modificação: 07/01/2015 16h24

A Divisão de Vigilância e Controle Aduaneiro da Alfândega da Receita Federal do Brasil em Santos/SP concluiu a “Operação Olhos Abertos” com um novo saldo recorde de apreensões. 

Com a participação de mais de uma dezena de Auditores-Fiscais e Analistas Tributários da maior Unidade Aduaneira da América Latina, a Receita Federal contabilizou em um mês de operações o seguinte montante de apreensões de produtos falsificados. 

. 85 mil pares de tênis imitando os modelos “Nike Shox”, “Nike TN Air”, “Nike Air Max” e “Puma”, avaliados em 5,1 milhões; 

. 48 mil agasalhos imitando o modelo “Puma Cell”, avaliados em 3,4 milhões; 

.  929 mil óculos de sol e de grau, avaliados em 4 milhões. 

A Receita Federal tem se empenhado em melhorar o ambiente de negócios no Brasil, aumentando constantemente o rigor do controle aduaneiro e tornando mais célere o despacho de importação e exportação, tudo isso visando trazer maior competitividade ao País. Os recentes investimentos em infra-estrutura, treinamento e, agora em 2008, a inauguração da Central de Operações de Vigilância-COV e do Siscomex Carga são instrumentos que aumentam a eficiência e eficácia das ações da Aduana. A COV, por exemplo, recebe imagens de mais de 300 câmaras espalhadas na zona portuária santista. 

Os olhos da Receita Federal não fecham e essa operação, mais uma vez, indica que as análises de risco aduaneiro estão sendo feitas de maneira adequada.  

Nas quatro últimas semanas, a Alfândega da Receita Federal desenvolveu diversas operações no Porto de Santos, muitas delas de madrugada e nos finais de semana, com completa integração e interação entre as equipes de lanchas, viaturas terrestres, vigilância por câmaras, gerenciamento de risco, Siscomex Carga, despacho aduaneiro, fiscalização externa, escaneamento de contêineres, busca em navios e ronda portuária. 

Os resultados são excelentes e o modelo de ação integrada está aprovado. 

Imagem