Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Assessoria de Comunicação Institucional > 2007 > Maio > Em 4 meses, apreensões em Foz do Iguaçu somam R$ 53,6 milhões

Notícias

Em 4 meses, apreensões em Foz do Iguaçu somam R$ 53,6 milhões

Aduana

As mercadorias mais apreendidas foram cigarros, com R$ 10,1 milhões, seguidos de eletrônicos com R$ 8,3 milhões
publicado: 09/05/2007 00h00 última modificação: 12/01/2015 13h55

As apreensões da Receita Federal do Brasil em Foz do Iguaçu nos primeiros quatro meses do ano cresceram 22% na comparação com o mesmo período de 2006, atingindo R$ 53,4 milhões. As mercadorias mais apreendidas foram cigarros, com R$ 10,1 milhões, seguidos de eletrônicos com R$ 8,3 milhões.

De acordo com levantamento da Delegacia da Receita em Foz, equipamentos e aparelhos de informática somaram R$ 5,4 milhões no período. Houve ainda grandes apreensões de brinquedos, CDs e DVDs piratas ou contrabandeados. Os veículos apreendidos transportando contrabando entre janeiro e abril totalizaram R$ 16,1 milhões.

Só em abril o valor das apreensões alcançou R$ 13,1 milhões, aumento de 8% sobre o mesmo período do ano passado, com destaque para cigarros e eletroeletrônicos. Houve ainda no mês a apreensão de 222 quilos de maconha, 36 frascos de lança-perfumes, além de armas e munições.

As ações da Receita Federal têm se concentrado em Foz do Iguaçu e municípios vizinhos, além das principais rodovias que ligam os principais centros do país. O cerco tem sido montado também nas vias secundárias, utilizadas como rotas alternativas pelos contrabandistas. A maioria das mercadorias irregulares que abastecem os mercados informais entra no Brasil por meio de Foz do Iguaçu, onde se localiza a chama tríplice fronteira.

Coordenação de Imprensa da RFB