Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Assessoria de Comunicação Institucional > 2006 > Janeiro > Malha fina: Receita vai liberar 2ª feira consulta ao 1º lote de 2005
conteúdo

Notícias

Malha fina: Receita vai liberar 2ª feira consulta ao 1º lote de 2005

IRPF

O saque poderá ser feito dia 16
publicado: 05/01/2006 23h00, última modificação: 26/01/2015 12h36

A Receita Federal vai liberar nesta segunda-feira (9), às 8 horas, a consulta ao primeiro lote residual (malha fina) de 2005, ano-base 2004. Para saber se teve a declaração liberada, basta acessar a internet (www.receita.fazenda.gov.br) ou ligar para 0300-78-0300. Para ter acesso à informação, basta informar o número do CPF (Cadastro da Pessoa Física).

Serão liberadas 146.078 declarações com imposto a restituir, no valor de R$ 199.999.993,71, além de outras 328.700 com saldo a pagar, correspondendo a R$ 521.767.938,85. A Receita apurou ainda que 165.275 tiveram saldo zero de imposto.

O saque poderá ser feito dia 16. A correção total será de 13,02% –referentes a Selic acumulada de maio e dezembro e 1% de janeiro. Vale lembrar que o valor disponível no banco não terá qualquer outro acréscimo, independentemente de quando for retirado.

Quem não informou o número de conta corrente para crédito da restituição poderá ir a uma agência do Banco do Brasil ou ligar gratuitamente para 4004-0001 (nas capitais) e 0800-729-0001 (demais localidades) e pedir a transferência do dinheiro para qualquer banco em que seja correntista.

Na página da Receita na internet, os contribuintes podem obter informações sobre os motivos que levaram a declaração a ficar retida em malha. Basta acessar o link "IRPF - Consulta extrato simplificado das declarações entregues e restituição" e informar o número do CPF e o do recibo de entrega da declaração.

A Receita adverte, no entanto, que as pendências fiscais encontradas não podem ser resolvidas nos centros de atendimento ao contribuinte. Para corrigir divergências nas informações prestadas ou nos dados declarados, o contribuinte deve enviar declaração retificadora.