Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Assessoria de Comunicação Institucional > 2006 > Janeiro > Alfândega de Itaguaí faz maior apreensão de calçados da história

Notícias

Alfândega de Itaguaí faz maior apreensão de calçados da história

Operação de Fiscalização

Na última sexta-feira (20) foram apreendidos 41 mil pares de tênis, além de 12 mil bolsas e 3.750 relógios num total de R$ 13,4 milhões em mercadorias irregulares distribuídas em seis contêineres
publicado: 23/01/2006 23h00 última modificação: 26/01/2015 12h54

A Alfândega de Itaguaí, no Rio de Janeiro, fez a maior apreensão de calçados da história. Na última sexta-feira (20) foram apreendidos 41 mil pares de tênis, além de 12 mil bolsas e 3.750 relógios num total de R$ 13,4 milhões em mercadorias irregulares distribuídas em seis contêineres. Todos os produtos eram falsificações de marcas conhecidas como Nike, Prada, Gucci, Channel e Rolex.

Os tênis traziam o símbolo da Nike e copiavam a tecnologia de absorção de impacto, criada pela empresa e, portanto, tinham um alto valor de revenda. A estimativa é de que, no mercado informal, os falsificadores lucrariam R$ 8,2 milhões. Foi a maior apreensão de calçados da história.

As mercadorias falsificadas estavam escondidas em contêineres, onde deveriam estar partes de computadores, segundo declaração do importador. Cada contêiner tinha 70% de seu volume preenchido com os equiapementos de informática. Porém, a fiscalização encontrou caixas diferentes contendo produtos não declarados. Os fraudadores vinham sendo monitorados desde agosto de 2005.