Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Assessoria de Comunicação Institucional > 2004 > Junho > Receitafone é destaque em debate na UnB
conteúdo

Notícias

Receitafone é destaque em debate na UnB

Institucional

O Receitafone (0300780300) foi um dos serviços de teleatendimento escolhidos para serem debatidos no evento, por ser um projeto inovador
publicado: 22/06/2004 00h00, última modificação: 12/03/2015 17h20

A Coordenadora de Integração Fisco-Contribuinte da Receita Federal, Cláudia Leal, participou na última sexta-feira (18), na UnB, do debate “Gestão de Teleatendimento e Cidadania: limites e desafios às organizações governamentais" que fez parte do 1º Ciclo de Debates do ErgoPublic (Grupo de Estudos e Pesquisas em Ergonomia Aplicados ao Serviço de Atendimento ao Público).

O Receitafone (0300780300) foi um dos serviços de teleatendimento escolhidos para serem debatidos no evento, por ser um projeto inovador. Em 2003, quase 12 milhões de pessoas utilizaram o Receitafone. A informação mais solicitada foi sobre restituição, com 20,6% do total das ligações.

Só em 2003, 42 mil contribuintes fizeram suas declarações de Imposto de Renda pelo Receitafone. Por meio do sistema foram feitas também mais de 700 mil declarações de Isento.

Estavam também presentes ao debate representantes da Embratel, empresa responsável pela operação do Receitafone. Banco Central, Banco do Brasil, Câmara, Senado, Ministérios da Educação, da Saúde, da Previdência, entre outros órgãos, também estão apresentando seus serviços de teleatendimento no evento.

Receitafone passa a ter atendentes

Desde janeiro deste ano o Receitafone passa contar também com atendimento pessoal. Até então só havia informações e serviços automáticos. Pode-se falar com os atendentes das 8h às 20h, de segunda a sexta-feira.

Em abril, os atendentes atingiram a marca recorde de 139 mil ligações recebidas para esclarecimentos referentes à Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física.

Além das declarações, por meio do Receitafone é possível conseguir rapidamente dados sobre a regularização de CPF, restituição do IRPF, consulta ou alteração do CPF. O custo do serviço (sem contabilizar os impostos) é de R$ 0,30 por minuto para ligações originadas de telefone fixo, e R$ 0,77 por minuto para ligações de celulares.

Mais informações podem ser obtidas com a Coordenadora de Integração Fisco-Contribuinte da Receita Federal, Cláudia Leal, (61) 4123303.