Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Assessoria de Comunicação Institucional > 2003 > Setembro > Isento: 9,5 milhões já entregaram declaração
conteúdo

Notícias

Isento: 9,5 milhões já entregaram declaração

IRPF

O documento deve ser entregue por quem teve, em 2002, rendimentos tributáveis inferiores a R$ 12.696
publicado: 01/09/2003 00h00, última modificação: 18/03/2015 18h22

A Receita Federal recebeu até hoje (sexta-feira) 9,5 milhões de declarações de isento 2003, ano-base 2002, cujo prazo se encerra em 28 de novembro. Desse total, 5,57 milhões documentos foram enviados pela internet, 3,5 milhões nas lotéricas e 173 mil pelo telefone.

No Banco do Brasil foram entregues 200 mil declarações. O volume recebido não inclui os documentos enviados pelos Correios.

A expectativa do supervisor nacional do Imposto de Renda, Joaquim Adir, é que a Receita receba cerca de 50 milhões de declarações – volume um pouco superior ao Registrado em 2002, quando 48 milhões de pessoas se declararam isentas do Imposto de Renda.

O documento deve ser entregue por quem teve, em 2002, rendimentos tributáveis inferiores a R$ 12.696.

O contribuinte que não prestar contas terá o CPF (Cadastro de Pessoa Física) suspenso a partir do ano que vem. Quem deixar de declarar por dois anos seguidos terá a inscrição no cadastro cancelada.

Saiba onde e como declarar:

Locais de entrega

. Internet (www.receita.fazenda.gov.br).
. Receitafone
 (0300-78-0300) - telefone comum: R$ 0,29 o minuto + impostos; celular: R$ 0,63 o minuto + impostos;
. Lotéricas
 ao custo de R$ 0,75;
. Correios
 oferecem duas modalidades de declaração: formulário por R$ 2,20 e On-line ao preço de R$ 1,20;
Banco do Brasil por R$ 0,75, cujo valor será debitado automaticamente na conta corrente do contribuinte;
. Receita Federal:
 só receberá a declaração de quem apresentar o comprovante de rejeição, emitido por um dos meios utilizados pelo contribuinte ao tentar enviar o documento.