DIRPF - Preencher Declaração IRPF online

por Subsecretaria de Arrecadação e Atendimento publicado 05/12/2016 16h33, última modificação 16/08/2019 11h20
Nome DIRPF - Preencher Declaração IRPF online
Nome Popular N/A
Descrição Preencher, através do "Meu Imposto de Renda" no e-CAC, a declaração IRPF on line através do acesso via certificação digital no Portal e-CAC.
Público alvo Pessoa Física
Formas de atendimento Certificado Digital
Documentação N/A
Formulários N/A
Legislação
Tempo Estimado N/A
Mais informações

A Secretaria da Receita Federal do Brasil tornou disponível mais uma forma para preenchimento e entrega da Declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física, além do Fazer Declaração (m-IRPF), a "Declaração IRPF on-line".

Trata-se de um aplicativo que permite o preenchimento e o envio de declarações originais do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física, exercícios 2013, 2014, 2015, 2016 e 2017, respectivamente, aos anos calendários 2012, 2013, 2014, 2015 e 2016, utilizando computadores e/ou dispositivos móveis (tablets e smartphones) com sistemas operacionais Android e iOS (Apple), oferecendo assim maior comodidade e mobilidade para o usuário.

O "Fazer Declaração" e a "Declaração IRPF on-line" ainda possuem algumas limitações e não poderão ser utilizados por todos os contribuintes. A relação completa dos casos de impedimentos pode ser consultada na Instrução Normativa RFB que dispõe sobre a apresentação da Declaração de Ajuste Anual do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física referente ao exercício de 2017, ano-calendário de 2016, pela pessoa física residente no Brasil.

Há também limitações de funcionalidades, impostas muitas vezes pelo tipo ou sistema operacional do dispositivo móvel, como por exemplo:

  • não há como importar dados da declaração do exercício 2012, respectivamente, ano calendário 2011;
  • não é possível imprimir a declaração (deve-se armazenar a cópia do arquivo da declaração e, posteriormente, imprimi-la usando um microcomputador, através do Programa IRPF, ou, em tablets e smartphones, a partir do APP IRPF);
  • não há o salvamento automático da declaração após a transmissão (o próprio usuário deve promover a cópia da declaração transmitida);
  • necessidade de instalação prévia de um leitor de PDF, para salvar o recibo de entrega.

Porém, para maior comodidade do declarante, estão disponíveis funcionalidades como:

  • preenchimento automático de campos, com informações vindas das bases da Receita Federal;
  • possibilidade de salvar rascunho da declaração, sem enviá-la, para continuar seu preenchimento posteriormente, inclusive em outro dispositivo móvel (armazenamento on-line);
  • processo simplificado para transmissão da declaração, sem necessidade de instalação de outros programas.

O rendimento da aplicação dependerá da qualidade do equipamento utilizado, do navegador e do tipo e sinal da conexão com a internet (3G, 4G ou Wi-FI).

Mais do que uma solução tecnológica, é a Receita Federal buscando promover a educação fiscal e melhorar seu relacionamento com o contribuinte.

 

Essas informações foram úteis?

Sim     Não

 

Dúvidas?

Fale Conosco

 

Reclamação, elogio, sugestão ou denúncia?

Ouvidoria